Ericsson revê resultados de 2016 e 2017


ericsson-headquarter

A fabricante de equipamentos para telecomunicações Ericsson comunicou ao mercado nesta sexta-feira, 16, que recalculou seus balanços financeiros de 2016 e 2017 conforme novas normas contábeis globais (IFRS 15). Pelo método, os resultados foram melhores do que os apresentados em 2017, e piores em 2016.

Pelos novo cálculos, a companhia registrou receitas de SEK 205 bilhões (US$ 25 bilhões) em 2017, SEK 4 bilhões (US$ 488 milhões) acima do reportado originalmente. O prejuízo operacional foi de SEK  34,7 bilhões (US$ 4,2 bilhões), SEK 3,3 bilhões menor que o registrado originalmente.

PUBLICIDADE

Em 2016, a receita recalculada encolheu SEK 2,29 bilhões, para SEK 220,3 bilhões (US$ 26,9 bilhões). O lucro operacional caiu SEK 1,11 bilhão, passando a SEK 5,18 bilhões (US$ 633,3 milhões).

A companhia explica que as mudanças têm relação com os pagamentos a receber incluídos em cada período. Garante que, de 2017 para 2018, praticamente não haverá a mesma discrepância. As previsões da Ericsson permanecem inalteradas, com retração no mercado de ERBs e diminuição de gastos em 1%.

Anterior Serviços de telecomunicações caem 6,7% em um ano
Próximos Telefónica unifica dívida bancária e estende prazo