Ericsson obtém 100 Gbps de transmissão por micro-ondas


A Ericsson conseguiu a façanha de estabelecer um link de transmissão de dados com velocidade de 100 Gbps. O feito foi obtido diversas vezes em rede montada na cidade de Atenas, na Grécia, em parceria com a operadora Deutsche Telekom.

O link foi estabelecido entre antenas separas por 1,5 km de distância e, conforme as companhias, a velocidade final equivale a 10x a tradicionalmente obtida em soluções micro-ondas (70/80 GHz) na rede de transporte.

O piloto faz parte das pesquisas da fabricante e da operadora para desenvolvimento de diferentes soluções para a 5G. “Os testes indicam que é possível usar microondas sobre ondas milimétricas”, afirma Alex Jinsung Choi, vice-presidente sênior de tecnologia e inovação da Deutsche Telekom.

Já Per Narvinger, responsável pela área de produtos de rede da Ericsson, diz que o link representa a possibilidade de “estabelecer com sucesso a capacidade da fibra óptica através das micro-ondas”. A aplicação da tecnologia, prevê, se dará no backup do fronthaul ou do backhaul de fibra, ou como forma de fechar um anel óptico onde não for possível usar somente fibra.

Para obter o resultado a Ericsson usou uma solução pré-comercial de processamento 8×8 MIMO com cancelamento de interferências por polarização cruzada. Já os rádios usados eram comerciais, modelo MINI-Link 6352. O canal de frequência tinha 2,5 GHz de largura. A eficiência de espectro alcançou os 55,2 bps/Hz no pico. Aliás, embora as empresas tenham obtido rotineiramente velocidades de 100 Gbps, no pico alcançou-se a velocidade de 140 Gbps.

Anterior Nextel perde 3,6% da receita no primeiro trimestre
Próximos Teles aprimoram o apoio a startups e a criatividade surge de todos os lados