Ericsson e STMicroelectronics vão combinar unidades de comunicações móveis


A fabricante de redes sem fio Ericsson e a fabricante européia de chips STMicroelectronics vão combinar algumas de suas unidades de comunicações móveis para o desenvolvimento conjunto de chips e redes. As unidades combinadas faturaram US$ 3,6 bilhões em receitas no ano passado, e empregam quase oito mil pessoas, afirmaram as empresas em um comunicado …

A fabricante de redes sem fio Ericsson e a fabricante européia de chips STMicroelectronics vão combinar algumas de suas unidades de comunicações móveis para o desenvolvimento conjunto de
chips e redes. As unidades combinadas faturaram US$ 3,6 bilhões em receitas no ano passado, e empregam quase oito mil pessoas, afirmaram as empresas em um comunicado conjunto. Deste total, cinco mil são oriundos da unidade sem fio da STMicroelectronics, e três mil virão das unidade de plataformas móveis da Ericsson.

A parceria tem o objetivo de acelerar a introdução de aplicatos sem fio mais rápidos, já que mais consumidores estão utilizando seus dispositivos móveis para acessar a internet e baixar arquivos. A joint-venture vai adquirir ativos das matrizes, e contará com cerca de US$ 400 milhões em dinheiro. As duas empresas combinadas são as principais fornecedoras de quatro das cinco principais fabricantes mundiais de aparelhos, que representam 80% de todas as vendas de celulares.

A Ericsson declarou que vai contribuir para a 3G e LTE, e o presidente executivo da empresa, Carl-Henric Svanberg, será diretor do conselho da joint. A empresa já vende produtos sem fio para sua outra joint venture, com a Sony, na Sony Ericsson Mobile Communications, e para a LG Eletronics, enquanto a Nokia está entre as principais clientes da STMicroelectronics. (Da Redação, com noticiário internacional)

PUBLICIDADE
Anterior Embratel venderá internet mais rápida que linha discada a R$ 39,80
Próximos Base do governo aprova Emília para Anatel por 13 votos, na comissão do Senado.