Ericsson e Nokia fornecem rede 3G à T-Mobile USA


A notícia já tinha corrido, mas, agora, foi confirmada. As duas fabricantes escandinavas ganharam a licitação para fornecimento da infra-estrutura à subsidiária americana da Deutsche Telekom, que arrematou 120 novas licenças para faixas de freqüência destinadas a serviços wireless, no leilão realizado pela FCC para Serviços Wireless Avançados (Advanced Wireless Services – AWS). A T-Mobile …

A notícia já tinha corrido, mas, agora, foi confirmada. As duas fabricantes escandinavas ganharam a licitação para fornecimento da infra-estrutura à subsidiária americana da Deutsche Telekom, que arrematou 120 novas licenças para faixas de freqüência destinadas a serviços wireless, no leilão realizado pela FCC para Serviços Wireless Avançados (Advanced Wireless Services – AWS). A T-Mobile USA gastou US$ 4,2 bilhões na aquisição dessas licenças, e informou que aplicará 2,1 bilhões de euros (US$ 2,75 bilhões) na construção de sua rede 3G/UMTS, nos próximos três anos. A operadora vai implantar a mais nova versão da infra-estrutura de acesso UMTS, baseada na tecnologia HSPA (high-speed packet access).

O capex da operadora será menor do que o das concorrentes, uma vez que as ofertas da Nokia e da Ericsson bateram a da Huawei (conhecida pelos baixos preços que costuma cobrar). Segundo especialistas, em mercados maduros, de forma geral, as operadoras UMTS parecem não estar interessadas em entregar grandes implantações nas mãos do fornecedor chinês. Preferem usar as ofertas Huawei como barganha para obter melhores condições dos tradicionais provedores de infra-estrutura, acrescentam. Contudo, o fabricante chinês foi o escolhido pela Vodafone Espanha para sua rede HSPA.

(Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior A SkyZone chega ao país para oferecer jogos móveis personalizados
Próximos No caso Orkut, desembargador isenta Google Brasil.