Ericsson e Inmarsat fazem parceria para conectar navios


ericsson maritime ict cloud navio cargo m2m iotA Inmarsat e a Ericsson vão desenvolver conjuntamente serviços, soluções e aplicativos para navios, em M2M e internet das coisas. As novas tecnologias terão o objetivo de simplificar a cadeia de abastecimento marítimo, facilitando o compartilhamento de dados de carga, logística e operacionais.

Pela parceria, a Ericsson vai distribuir ao mercado marítimo o XpressLink, a rede VSAT que combina a banda L e a banda Ku da Inmarsat. O XpressLink poderá passar por upgrade para o serviço Fleet Xpress da Inmarsat, atendido pela nova constelação Global Xpress, quando este estiver disponível nos próximos meses. Até lá, o acordo de distribuição com a Ericsson seja estendido para o Fleet Xpress. As empresas não revelaram os valores do negócio.

Em contrapartida, a Inmarsat vai oferecer entre seus produtos o Maritime ITC Cloud, da Ericsson, tanto na banda Ka como na banda L. O Maritime ICT Cloud é uma solução ponta-a-ponta gerenciada na nuvem que conecta navios no mar com as operações em terra, como prestadores de serviços de manutenção, centros de apoio ao cliente, parceiros de frota/transporte, assim como operações e autoridades portuárias.

“Todo mundo está falando de ‘big data’, mas eventualmente será a implantação de aplicativos a bordo e a gestão ponta-a-ponta de inteligência integrada que acabará por mudar a forma que o setor marítimo opera”, afirma Ronald Spithout, Presidente da Inmarsat Maritime.

“Vamos desenvolver em conjunto serviços, soluções e aplicativos totalmente integrados, e trabalhar no sentido de estabelecer padrões no setor marítimo para conectividade por satélite e integração de aplicativos”, diz John Taxgaard, Diretor da área Marítima da Ericsson.

Anterior CPqD e Telebras vão criar tecnologia em internet das coisas
Próximos IPv6, um caminho sem volta