equinix: Investimentos na primeira etapa do quinto datacenter são de US$ 76 mi


Equinix, companhia de serviços de data center e interconexão, investirá US$ 76 milhões na primeira etapa de construção de SP3, seu quinto data center IBX no Brasil. Localizado em Santana de Parnaíba, o projeto terá outras 5 fases e os cerca de 2.800 racks de SP3 dobrarão a disponibilidade de espaço da empresa no Brasil. A primeira etapa da construção está prevista para ser inaugurada no primeiro trimestre de 2017.

O novo site suportará as exigências de infraestrutura de TI para as empresas locais e multinacionais que buscam expandir operações no mercado brasileiro. Hoje, a companhia já conta com mais de 800 organizações alocadas nos quatro data centers do país e a alta na capacidade irá antecipar as necessidades por projetos de colocation no estado de São Paulo. SP3 também estará conectado ao Equinix Cloud Exchange que fornece acesso direto ao Microsoft Azure e o Office 365.

“Temos visto um aumento na demanda do mercado brasileiro por interconexão e colocation. As novas instalações de SP3 atenderão a essas necessidades enquanto proporcionam às empresas no Brasil a oportunidade de se beneficiarem da plataforma Equinix nos 40 mercados em que estamos presentes no mundo”, afirma Karl Strohmeyer, presidente da Equinix nas Américas.

SP3 terá total de 20 mil m² e contará com mais de 8 mil m² de área de colocation. Serão cerca de 13,3 megawatts de energia disponível e o data center terá uma subestação de alta tensão própria e linhas redundantes que garantem mais confiabilidade e estabilidade do que as que normalmente abastecem os data centers.

A distância entre SP3 e SP2, data center da companhia em Tamboré, SP, torna possível a ligação entre os sites por meio de fibra ótica escura via Equinix Metro Connect. Esta solução prevê conectividade entre diferentes DCs Equinix para fornecer acesso direto a mais de 1.150 operadoras e mais de 6.300 empresas com baixíssima latência.

No início deste mês, a Equinix anunciou a construção de quatro novos data centers em Tóquio, Dallas, São Paulo e Sydney. Somados às recentes aquisições da Bit-isle, no Japão, e da Telecity, na região EMEA, a plataforma de interconexão global da terá quase 150 data centers até o fim do ano. (assessoria de imprensa)

Anterior Anatel esclarece: vai estudar números telefônicos para comunicação de dados
Próximos Faixa de 450 MHz está sendo trocada por satélite. Como é possível?