Equador escolhe modelo Ásia-Pacífico para segmentação de 700 MHz


 

O órgão regulador das telecomunicações do Equador, o Conatel, divulgou na sexta-feira (18) a escolha do padrão Ásia-Pacífico (APT) para segmentação da faixa de frequência de 700 MHz para serviços de banda larga móvel LTE 4G. O órgão justificou que o modelo oferece o melhor desempenho para o lançamento do sistema International Mobile Telecommunication.

A escolha também permite descartar o uso de bandas de segurança para a coexistência entre os sistemas FDD e TDD em uma mesma banda e oferece maior quantidade de espectro para ser aproveitado pelas tecnologias 4G, informou o Conatel em nota.

Além disso, a Conatel frisou a importância da escolha para a redução do custo dos equipamentos 4G a serem utilizados no país, já que o modelo foi adotado por diversos outros países, garantindo escala de produção. Além disso, a entidade reguladora acredita que ao escolher o modelo APT de segmentação da faixa de 700 MHz, abre espaço para o ingresso de novos atores ao mercado de telecomunicações do Equador.

O México já havia anunciado a escolha do modelo de segmentação Ásia-Pacífico para o 4G em 700 MHz. Já o Brasil avança nas conversas com as radiodifusoras para estabelecer um plano para a migração para a TV digital, de forma a liberar a faixa de frequência para 4G. (Da redação).

 

Anterior Ministério da Justiça multa fabricantes de TV por propaganda enganosa
Próximos Venezuela vai regular TV paga e lei brasileira é exemplo