Enquanto isso, BrT testa VOD, em casa.


Entre um round e outro entre concessionárias de telecomunicações e prestadoras de TV paga, permeado pelo silêncio do órgão regulador, a Brasil Telecom experimenta, dentro de casa, com funcionários, o funcionamento do vídeo sob demanda (VOD, da sigla, em inglês). E, informa o diretor de assuntos regulatórios, Luiz Otávio Marcondes, pretende pedir autorização da Anatel …

Entre um round e outro entre concessionárias de telecomunicações e prestadoras de TV paga, permeado pelo silêncio do órgão regulador, a Brasil Telecom experimenta, dentro de casa, com funcionários, o funcionamento do vídeo sob demanda (VOD, da sigla, em inglês). E, informa o diretor de assuntos regulatórios, Luiz Otávio Marcondes, pretende pedir autorização da Anatel para fazer um piloto de TV por assinatura com grade de programação, sobre rede IP, com ADSL e setop box.

Anterior Concessionárias x TV paga: a briga continua.
Próximos Saída de Palocci não interfere em decisão sobre TV digital