Encontro Tele.Síntese vai tratar de leilão de 700 MHz, novas frequências e áreas rurais. Os temas quentes da 4G.


 

No próximo dia 4 de fevereiro acontece em Brasília o 36º Encontro Tele.Síntese, para debater o futuro da banda larga móvel e a 4G. A primeira etapa da implementação da banda larga de quarta geração no país foi amplamente suplantada pelas empresas que compraram as frequências de 2,5 GHz. O ano de 2014 começa com mais de 80 cidades com 4G, enquanto as regras previstas no edital somavam pouco  mais do que 12 cidades. Mas há, ainda, muito a fazer. Há uma forte pressão para a ampliação da 3G nas localidades fora dos distritos-sede, a implantação da telefonia e banda larga nas áreas rurais e a alocação de novas frequências para a ampliação da oferta de banda larga móvel. O Encontro se propõe a ampliar a discussão para o setor superar os desafios que ainda precisam ser ultrapassados.

Intitulado “4: ampliação da cobertura e áreas rurais. Frequências alternativas e leilão de 700 MHz”, o evento não poderá deixar de tratar do processo de migração da TV para outras frequências e a visão da radiodifusão. Já confirmaram presença entre os palestrantes dirigentes da UIT, da Abratel e da WxBr.

Informações e inscrições com: edna@momentoeditorial.com.br ou pelo fone 11 3124 7444

Anterior Diretor da FCC diz que é a favor da internet aberta
Próximos Presidente dos EUA diz que só espionará aliado se a segurança nacional estiver em jogo