Encontro Tele.Síntese: Diferentes abordagens analisam o gargalo da banda larga no Brasil


Dirigentes dos governos federal e estaduais, de concessionária de energia elétrica, das maiores operadoras de telecomunicações, dos ISPs, da estatal de telecomunicações, da agência reguladora, do banco público de desenvolvimento e de entidade da sociedade civil estarão participando do Encontro Tele.Síntese no próximo dia 25 de junho, em Brasília. O tema central é: “Tics e Governo Federal. As modelagens federativas e a expansão das redes de telecomunicações”

No primeiro painel, que começa às 9h30min, estarão presentes Gabriel Fiuza Subsecretário de Regulação e Mercado do Ministério da Economia; Sidney Simonaggio  Vice-Presidente de Gestão da Receita, Atendimento e Regulação da Enel (Eletropaulo); Enylson Camolesi , Diretor Relações Institucionais e Assuntos Corporativos da Telefônica Vivo; Carlos Duprat  Diretor Executivo do SindTelebrasil. O Ministério da Economia apresentará as propostas para ampliar a instalação de antenas de celular e redes de fibra na infraestrutura federal, como estradas. Diretor da Eletropaulo fará um balanço sobre a ocupação dos postes e como avançar; e os dirigentes de telecomunicações abordarão as dificuldades do setor e as propostas para avançá-las. A moderadora do Painel será a Economista Claudia Viegas, da LCA.

PUBLICIDADE

O segundo painel, ainda pela manhã, contará com Basílio Peres  Presidente da Abrint; Hélcio Vieira Junior,Diretor Comercial da Telebras ; e Silvia Melchior, sócia da Melchior, Micheletti e Amendoeira Advogados. Estarão em debate as assimetrias regulatórias federal (preferência de compra à Telebras); impactos das reduções de ICMS para os ISPs e questões vinculadas à municipalidade e o setor.

O terceiro painel, à tarde, tratará de alternativas de financiamento para a banda larga. Contará com Artur Coimbra, Diretor do departamento de Banda Larga do MCTIC; *Carlos Azen ,Gerente do Depto de Telecom TI e Comunicação Criativa do BNDES; Leonardo Tostes, Assessor do Conselheiro Anibal Diniz; Fabio Andrade, VP de Relações Institucionais da Claro Brasil; Marina Pita , Intervozes
Marcelo Mejias, Diretor de Políticas Públicas da TIM Brasil. A nova proposta para o Fust, aprovada pela Anatel, é uma das alternativas a serem apresentadas. O MCTIC tem novos estudos. A Claro fará um balanço do que existe no Congresso Nacional a TIM irá apresentar a avaliação da empresa, e o Intervozes vai manifestar a posição da sociedade civil.

O quarto painel, por sua vez, irá trazer as diferentes iniciativas dos governos federais para a ampliação da banda larga e o avanço da economia digital. Estão confirmados: André Sampaio Costa Silva , Gerente de Projetos da PBH Ativos;
Mayco Murilo Pinheiro, Diretor Presidente da Empresa Maranhense de RH e Negócios Públicos – EMARHP – PPP para conectividade; Walter Pinheiro, Secretário de Planejamento do Governo do Estado da BA. Serão apresentados o programa de iluminação pública da prefeitura de BH; a Parceria Público Privada para levar rede de fibra óptica do Estado do Maranhão e a mega licitação de serviços digitais do governo da Bahia.

Últimas vagas disponíveis. Inscrições :

http://www.eventos.momentoeditorial.com.br/57o-encontro-tele-sintese-brasilia/

 

 

Anterior Anatel inicia consulta para alteração de regras da Femtocélula
Próximos Assespro, de software, apoia queda do imposto de importação para bens de TI