Empresas de software surpreendem com bons resultados


Em meio as turbulências no mercado, resultado da crise financeira, duas gigantes de software apresentaram bons resultados no último trimestre de 2008. A alemã SAP fechou o quarto trimestre de 2008 com um aumento de 13% no lucro líquido, de 850 milhões de euros (US$ 1,126 bilhão), contra 752 milhões de euros no mesmo período …

Em meio as turbulências no mercado, resultado da crise financeira, duas gigantes de software apresentaram bons resultados no último trimestre de 2008. A alemã SAP fechou o quarto trimestre de 2008 com um aumento de 13% no lucro líquido, de 850 milhões de euros (US$ 1,126 bilhão), contra 752 milhões de euros no mesmo período do ano anterior; enquanto a norte-americana Sun Microsystems obteve resultados melhores que as expectativas do mercado, impulsionada por forte desempenho nos segmentos de software e armazenamento de dados que compensou queda geral nas vendas.

A SAP, líder mundial em softwares de gestão empresarial, informou que o resultado foi beneficiado pela aquisição, no ano passado, da francesa Business Objects. Apesar do bom desempenho, a SAP irá demitir três mil funcionários em 2009 para reduzir custos. A receita da divisão de softwares e serviços relacionados da empresa aumentou 8% no trimestre, para 2,67 bilhões de euros. A receita total do período teve crescimento de 8%, para 3,24 bilhões de euros, ante o mesmo intervalo no ano anterior.

A Sun, que além de software, também produz computadores de alta potência, reportou um prejuízo de US$ 209 milhões no último trimestre de 2008, ou US$ 0,28 por ação, com vendas de US$ 3,22 bilhões no período, contra um faturamento de US$ 3,62 milhões no mesmo período do ano anterior, quando teve ganho líquido de US$ 260 milhões, ou US$ 0,31 por ação. A expectativa do mercado indicava que as vendas da Sun seriam de US$ 3,1 bilhões no quatro tri de 2008. Em novembro a empresa anunciou o plano de corte de 6 mil empregos como parte de uma reestruturação para reduzir custos em US$ 700 milhões ou até US$ 800 milhões por ano. (Da redação, com agências internacionais)

Anterior Trend Micro e Strattus firmam parceria
Próximos Reunião no Planalto definirá data da conferência de comunicação