Empresas de hospedagem na internet vão movimentar R$ 1,2 bi em 2016


A Associação Brasileira das Empresas de Infraestrutura e Hospedagem na Internet (Abrahosting) concluiu um mapeamento dos negócios do setor. Pelos dados, há no país 700 empresas no segmento, que hospedam 4 milhões de sites. A receita do setor irá superar os R$ 1,2 bilhão até o final do ano, representando um crescimento da ordem de 7,5% na comparação com o ano anterior.

Segundo Vicente Neto, presidente da Abrahosting, indústria de hosting no Brasil está diversificando suas receitas com a venda cada vez mais intensa de valor agregado para médias e grandes empresas. “A popularização dos serviços em nuvem está direcionando para o setor de serviços hospedados uma parte importante das verbas que as PMEs antes despendiam em hardware e serviços de suporte local de TI”, diz.

Na avaliação do executivo, este ano o segmento vai investir cerca de R$ 90 milhões no Brasil em ativos de infraestrutura de aplicação, governança de TI e storage. As empresas de hospedagem vão, cada vez mais, entregar software como serviço (SaaS), infraestrutura como serviço (IaaS) e plataforma como serviço (PaaS), além de oferecer a simples hospedagem de dados.

Ao longo de 2016, a Abrahosting está discutindo com os seus associados alguns fatores de regulação do setor com grande impacto sobre os negócios. Entre eles está a responsabilidade jurídica pelo armazenamento de dados de terceiros, e de conflitos de copyright relacionados ao conteúdo hospedado.

“As empresas de hospedagem também querem debater com o governo uma política de tributação menos predatória que a atual; e apoiamos a indústria de software em sua resistência à cobrança de ICMS sobre aplicativos, um novo tipo de tributo que onera toda a cadeia de produção”, conclui diz Neto. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Receita líquida da Furukawa cresce 12% em 2015
Próximos Base de dados federais terão que ser compartilhadas