Empresas de engenharia Gimp e Lyon apresentam melhores lances em pregão da Telebrás


As empresas Gimp Engenharia e Lyon Engenharia apresentaram as melhores ofertas no pregão da Telebrás para contratação, mediante registro de preços, de serviços de apoio à integração, apoio à fiscalização e acompanhamento da aceitação da implantação de rede DWDM, enlaces de rádios digitais, solução de core IP, infraestrutura, lançamento de fibras ópticas e sistemas de gerência necessários ao atendimento ao Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), em diversos estados do País.

Iniciado nesta segunda-feira (21), a licitação terá continuidade amanhã, quando a estatal concluirá a análise das documentações apresentadas. O prazo de vigência do contrato com a empresa vencedora será de três anos. A Telebrás permitirá a subcontratação de empresas desde que atenda aos requisitos de qualidade impostos e sem qualquer vínculo com a estatal. O edital prevê ainda a necessidade de abertura de escritório em Brasília pela empresa vencedora.

Foram licitados 24 itens em quatro grupos, que incluem serviços de fiscalização da implantação de rádios digitais em microondas e sistemas irradiantes na faixa de frequência de 5 GHz a 23 GHz; de obras de infraestrutura para acomodação de containers ou gabinetes e seus sistemas de telecomunicações;  de estruturas verticais de 20 a 100 metros, indicando o responsável técnico legal;  de equipamentos com tecnologia DWDM ou redes ópticas de alta capacidade; de equipamentos roteadores e switches, com suporte a protocolo IP para estações de telecomunicações. Os equipamentos e serviços a serem fiscalizados já foram objetos de licitação.

A Gimp Engenharia, com sede em Belém do Pará, venceu três dos quatro grupos. A Lyon, com sede em Belo Horizonte (MG) ficou apenas com um.

Anterior Intel vai investir US$ 5 bi em fábrica de chip nos EUA
Próximos Oi anuncia operações de aumento de capital para a entrada da PT