Empresas de eletroeletrônicos renovam convênio de promoção à exportação


O Projeto Setorial Integrado (PSI) Eletroeletrônicos Brasil renovou  convênio com Apex Brasil no valor  de R$6 milhões, com validade até 2012. Pelo novo acordo, a entidade de apoio à exportação continuará prevendo participações em feiras internacionais e projetos de destaque das empresas do Vale da Eletrônica  em Santa Rita do Sapucaí (MG) -, Rio Grande …

O Projeto Setorial Integrado (PSI) Eletroeletrônicos Brasil renovou  convênio com Apex Brasil no valor  de R$6 milhões, com validade até 2012. Pelo novo acordo, a entidade de apoio à exportação continuará prevendo participações em feiras internacionais e projetos de destaque das empresas do Vale da Eletrônica  em Santa Rita do Sapucaí (MG) -, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo visando impulsionar a venda para outros países e, consequentemente, gerar negócios para o País.

Somente para este ano já estão previstas 13 ações e a expectativa é que no biênio 2010-2011 sejam gerados mais de US$40 milhões em negócios. “Desde 2008, o PSI Eletroeletrônico vem gerando resultados expressivos para o setor. Nos dois primeiros anos, exportamos US$20 milhões. Também podemos mensurar o sucesso da iniciativa pelas empresas integrantes. Em 2008, eram apenas 22. Atualmente, são cerca de 70 e, para 2011, a expectativa é um total de 90 empresas”, disse o gestor do PSI, Carlos Henrique Ferreira.

O projeto amplia o envolvimento das empresas brasileiras do setor eletroeletrônico, exportadoras e com potencial de exportação, no mercado internacional. Tudo isso aumentando a competitividade, gerando produtos de alto valor agregado e novos postos de trabalho. A iniciativa abrange os segmentos de automação, segurança, telecomunicações, energia e equipamentos para radiodifusão e foca suas ações em países como Argentina, Angola, Chile, Colômbia, EUA, México, Peru e Venezuela. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Minicom fará nova tentativa de aquisição de móveis para telecentros
Próximos Tele.Síntese analíse 248