Empresas criam Comitê da Indústria para a Inteligência Artificial


Um grupo de seis empresas resolveram criar um Comitê da Indústria para Inteligência Artificial. O grupo terá integrantes da Vivo, Microsoft, Bradesco, Grupo Fleury, Sulamérica e Car10. O governo também participa extraordinariamente, com a presença de Miriam Wimmer, do MCTIC. Há ainda observadores do Movimento Brasil Competitivo e do Instituto de Pesquisa em Tecnologia e Inovação (IPTI).

Os criadores afirma que o objetivo do comitê é ampliar a discussão sobre o uso responsável da IA, compartilhando boas práticas, a fim de promover o desenvolvimento dessa tecnologia no Brasil. Também vai debater qual tipo de conhecimento é mais exigido para formar profissionais de IA.

A presidente da Microsoft Brasil, Tânia Cosentino, diz que o comitê vai ter papel fundamental para discutir o impacto da IA em diferentes setores, “incluindo a capacitação de profissionais para a nova realidade do trabalho”.

A primeira reunião do grupo aconteceu hoje. Entre os presentes, Luiz Eduardo Medici, vice-presidente de dados e inteligência artificial da Vivo, que lançou sua ferramenta Aura no país em 2018. “Atualmente, a Aura registra, em média, 23 milhões de interações mensais nos mais de 20 canais de serviço em que está presente. Acumulados desde o seu lançamento, já existem mais de 200 milhões de interações/atendimento ao cliente. E a Aura apresenta aproximadamente 90% de precisão, o que significa que, para cada 100 dúvidas ou perguntas de nossos clientes, a Aura geralmente interpreta corretamente mais de 90 deles”, enumerou. (Com assessoria de imprensa)

Anterior GTC Digital: NVIDIA Enterprise libera acesso gratuito a conteúdos inovadores
Próximos Senacon multa TIM em R$ 3,1 milhões por propaganda de 2013