Empregos de eletroeletrônica e comunicação recuaram 5,6% em fevereiro


O pessoal assalariado no setor de máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações recuou 5,6% em fevereiro na comparação mensal. O resultado só não é pior que nos segmentos de calçados e couro (-7,2%) e produtos de metal (-6,1%) e é igual ao resultado do setor de máquinas e equipamentos (-5,6%).

Os números fazem parte da pesquisa do IBGE, divulgada nesta sexta-feira (11). De acordo com o instituto, o pessoal ocupado assalariado não mostrou variação na série com ajuste sazonal, em fevereiro. Na comparação com iguais períodos do ano anterior, o emprego industrial recuou 2% tanto no índice mensal de fevereiro de 2014, como no acumulado do primeiro bimestre do ano. Em 12 meses, o emprego apontou queda de 1,3%.

No índice acumulado do primeiro bimestre do ano, o emprego industrial mostrou queda de 2,0%, com taxas negativas em onze dos  quatorze locais e em treze dos dezoito setores investigados. Entre os locais, São Paulo (-3,2%) apontou o principal impacto negativo no total da indústria, vindo a seguir Rio Grande do Sul (-3,7%), Paraná (-2,6%), Região Nordeste (-1,5%) e Minas Gerais (-1,1%). Por outro lado, a Região Norte e Centro-Oeste (0,9%) exerceu a pressão positiva mais importante no acumulado dos dois primeiros meses do ano.

Anterior Edital de 700 MHz prevê distribuição de conversor de TV digital para o Bolsa Família
Próximos Encontro Tele.Síntese vai debater a conexão M2M no dia 6 de maio