EMC registra alta de 19% nos lucros do segundo trimestre


A EMC Corporation registrou receita consolidada do segundo trimestre de US$ 5,31 bilhões, um aumento de 10% em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. O resultado líquido GAAP do segundo trimestre atribuível à EMC aumentou 19% de ano para ano para US$ 650 milhões. Os ganhos GAAP do segundo trimestre por média ponderada …

A EMC Corporation registrou receita consolidada do segundo trimestre de US$ 5,31 bilhões, um aumento de 10% em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. O resultado líquido GAAP do segundo trimestre atribuível à EMC aumentou 19% de ano para ano para US$ 650 milhões.

Os ganhos GAAP do segundo trimestre por média ponderada de ação diluída aumentaram 21% de ano para ano para US$0,29.  Os ganhos não-GAAP1 do segundo trimestre por média ponderada de ação diluída foram de US$ 0,39, um aumento de 11% de ano para ano.

Durante o segundo trimestre, a EMC gerou fluxo de caixa operacional de US$ 1,24 bilhões e fluxo de caixa livre de US$ 958 milhões, um aumento de ano para ano de 16% e 36%, respectivamente.  Além disso, a empresa aumentou suas porcentagens de margem bruta e margem operacional GAAP e não-GAAP de ano para ano e encerrou o trimestre com US$ 10,9 bilhões em caixa e em investimentos.

PUBLICIDADE

Joe Tucci, presidente e CEO da EMC, disse, “Estou muito contente com o resultado da EMC e com o seu recorde no desempenho financeiro do segundo trimestre. Estamos passando por uma transformação na indústria de TI que nunca vimos antes. As organizações estão se movendo rapidamente pra adotar a computação em nuvem e aproveitar tanto a eficiência como a agilidade originadas pela área de TI como um serviço. Os clientes também estão buscando implantar uma nova geração de aplicações Big Data para ter uma vantagem competitiva e para diferenciar seus negócios. E exigem que tudo isso seja feito de modo seguro e protegido. A EMC é amplamente reconhecida como líder e condutora dessa transformação.”
 
David Goulden, presidente e COO da EMC, disse, “O nosso negócio está no cruzamento das três ondas mais transformativas na história de TI – computação em nuvem, Big Data e segurança. Construímos a EMC de modo lucrativo, expandimos nosso portfólio de produtos e serviços para novos mercados e estabelecemos nossa reputação de qualidade e de fornecimento aos clientes da melhor experiência total na indústria. Em relação ao futuro, permanecemos no caminho para obter nossos resultados triplos – simultaneamente assumindo participação no mercado, reinvestindo para crescimento e atribuindo aumento de ganhos – e estamos bem posicionados para a nossa próxima grande fase de crescimento.”

Anterior Telefônica vai emitir R$ 2 bilhões em debêntures
Próximos Lucro da KPN cai 40% no primeiro semestre