Embratel prevê início do programa PE Conectado já neste trimestre


O estado de Pernambuco validou a documentação apresentada pela Embratel para execução do programa de renovação das redes públicas PE Conectado II. A operadora aguarda a homologação da proposta para iniciar as obras, o que prevê acontecer ainda neste trimestre.

A tele venceu a licitação em novembro de 2018, em consórcio com a operadora local Smart Networks, também especializada em clientes corporativos. O lance das empresas foi de R$ 472 milhões.

Pelo projeto, Recife será o ponto de concentração da rede. Doze cidades servirão de pontos regionais para implantação de infraestrutura. Entre elas, Goiana, Fernando de Noronha, Palmares, Caruaru, Toritama, Garanhuns, Arcoverde, Petrolândia, Serra Talhada, São José do Belmonte, Ouricuri e Petrolina.

Serão entregues mais de 3,6 mil circuitos com sistema de segurança Embratel para acessos dedicados, 4 mil chips com tecnologia 4G para rede privada de telefonia móvel (LTE Privado), 25 mil linhas de telefonia móvel, mais de 15 mil aparelhos de celular, mais de 20 mil linhas de telemetria, WiFi interno com 12,5 mil pontos de acesso para utilização interna em diversos órgãos do Governo.

E ainda, WiFi externo com 2.950 pontos de acessos para uso em praças e locais públicos, 15 mil pontos para Comunicação Unificada, 29.263 ramais de telefonia fixa, 620 pontos de Contact Center com Infraestrutura de telefonia fixa, Distribuidor Automático de Chamadas (DAC), Gravação e Unidade de Resposta Audível (URA), operação integrada para monitorar mais de 80.000 itens tecnológicos e serviços de segurança de rede. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Consulta da Anatel altera norma de equipamentos de radiação restrita
Próximos Samsung lança o smartphone Galaxy A9 no Brasil