Embratel lançará pacote focado em pequenas e médias empresas


A Embratel lançará, no próximo dia 12, um pacote de serviços especialmente desenvolvido para pequenas e médias empresas. Chamado de Embratel PME, o plano inclui serviços de telefonia para chamadas locais e de longa distância, e uma conexão de 2 mbps da NET, que, segundo divulgou hoje, 8 de abril, Maurício Vergani, vice-presidente da Embratel …

A Embratel lançará, no próximo dia 12, um pacote de serviços especialmente desenvolvido para pequenas e médias empresas. Chamado de Embratel PME, o plano inclui serviços de telefonia para chamadas locais e de longa distância, e uma conexão de 2 mbps da NET, que, segundo divulgou hoje, 8 de abril, Maurício Vergani, vice-presidente da Embratel Empresas, permite “economia de até 40% em comparação as ofertas das concorrentes.” O pacote terá custo de R$ 340, sendo R$ 240 destinados a composição dos minutos (locais ou longa distância) e R$ 99 para a internet banda larga, e não terá carência ou prazo de permanência obrigatório. "Queremos que o cliente permaneça conosco pela qualidade do serviço, e não por obrigatoriedade contratual", ressalta Vergani.  

O Embratel PME será lançando inicialmente em 9 cidades (São Paulo, Campinas, Santos, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre), e a partir do segundo semestre deve ser lançado em mais 30 cidades do país. Segundo Vergani, o público alvo é composto por 550 mil empresas de pequeno e médio porte, que possuem de duas a oito linhas telefônicas, como escritórios de advocacia, lojas e consultórios médicos. Ele salienta que a demanda surgiu a partir de pesquisas com proprietários dessas empresas, que apontaram três eixos diferenciais do pacote: atendimento, em que o cliente nunca fala com uma gravação e os atendentes possuem autonomia para resolver os problemas em uma ligação; transparência nas contas, com detalhamento de todas as chamadas; e internet banda larga.

Vergani ressalta que o mercado de pequenas e médias empresas é “100% penetrável”, e que o pacote da Embratel é um projeto de longo prazo, e que com ele a empresa “quer se tornar referência no atendimento a esse nicho de mercado.” Os próximos lançamentos previstos para o pacote incluem facilidades de PABX virtual e serviços de secretária eletrônica, que “devem ser oferecidos de acordo com a demanda”, diz o executivo.

Anterior A inclusão digital será um dos desafios da TV Pública
Próximos VeriSign obtém receita de US$ 379 milhões no 1T07