Embratel fará consultoria de migração de sistemas para a “multicloud”


nuvem-300x250px-embratel

A Embratel lançou nesta semana sua solução de MultiCloud. O produto prevê contratação da operadora para serviços de consultoria, implementação, migração, gestão eficiente e especializada em TI, utilizando a infraestrutura em Nuvem da Embratel ou de parceiros.

“A solução permite que as empresas contratem consultoria e acompanhamento especializados durante todas as fases de criação e migração dos seus ambientes de TI, desde o mapeamento inicial da estrutura até o monitoramento e administração pós-migração”, explica Mário Rachid, Diretor Executivo de Soluções Digitais da Embratel.

PUBLICIDADE

Segundo o executivo, a oferta reforça o portfólio de Soluções Digitais da Embratel, operação do grupo Claro Brasil voltado para o segmento corporativo. A solução é indicada para empresas de diversos tamanhos e segmentos, com intenção de sair de um data center “on premise” (local) para a nuvem. Também é recomendada para empresas que possuem sistemas com picos de uso, como e-commerces, ou ambientes que demandam escalabilidade da infraestrutura.

A oferta MultiCloud funciona em três etapas. No primeiro momento, os especialistas mapeiam o ambiente atual da empresa para propor uma nova arquitetura adaptada para nuvem e plano de ação. O segundo passo se dá com a criação e migração dos ambientes do cliente para a nuvem da Embratel ou de parceiros. Por fim, os ambientes em nuvem são monitorados e administrados pela operadora. Estão previstas ainda consultorias periódicas para rearquitetura dos ambientes, se necessário, e otimização dos custos.

Técnicos da Embratel são responsáveis por diversas atividades durante as etapas da solução como, planos de migração, gestão de riscos e otimização dos ambientes de Cloud do cliente. Ao migrar para a Cloud da Embratel ou de parceiros, é feita também a migração e gestão do banco de dados da empresa, além da migração de servidores de arquivos e de servidores de aplicação. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Déficit da balança do setor eletroeletrônico cresce 20% de janeiro a setembro
Próximos Anatel mede satisfação do consumidor com serviços de telecomunicações