Embrapa e Visiona vão desenvolver tecnologia espacial aplicada à agricultura


Foto: Projetado pelo Freepik
Foto: Projetado pelo Freepik

A Embrapa e a Visiona Tecnologia Espacial assinaram um acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento de sistemas inteligentes que combinam tecnologia espacial com sistemas informatizados aplicados à agricultura. O acordo abre perspectivas para novos modelos de negócios e apresenta grande potencial de impacto e inovação para a agricultura brasileira. A cerimônia de assinatura aconteceu nesta sexta-feira (07) na sede da Embrapa, em Brasília (DF).

O objetivo é disponibilizar serviços inteligentes para a agricultura, por meio da identificação de oportunidades e de soluções baseadas em tecnologias espaciais integradas a sistemas computacionais. A parceria busca fortalecer e ampliar o desenvolvimento de sistemas que demandem dados e informações fornecidos por satélites. As tecnologias vão permitir avanços no mapeamento e monitoramento de áreas de produção agrícola e pecuária, além de áreas de conservação e ecossistemas ambientais.

A Visiona é uma empresa dos grupos Embraer e Telebras voltada inteiramente à concepção de sistemas espaciais e está desenvolvendo atualmente o projeto VCUB, o primeiro satélite concebido pela indústria nacional. O VCUB deverá servir para validar tecnologias espaciais e estará equipado com uma câmera de alta resolução e alta qualidade radiométrica voltada primariamente para os mercados agrícolas e de proteção ambiental. Adicionalmente, o satélite também contará com um sistema de coleta de dados capaz de servir o mercado de internet das coisas (IoT) em localidades com pouca infraestrutura.

Caberá à Embrapa aplicar seus conhecimentos e tecnologias em agricultura, geotecnologias, automação, IoT e sistemas de tecnologia da informação (TI) aplicados à agricultura e inovação. A Empresa vai desenvolver algoritmos especializados para tratamento e processamento de imagens espaciais, além de fornecer pesquisadores e técnicos especialistas em sistemas computacionais aplicados à agricultura, pecuária e meio ambiente para a disponibilização de serviços inteligentes e a criação conjunta de um banco estratégico de imagens.

Já a Visiona fará o aporte de conhecimentos, tecnologias e insumos na área espacial para o desenvolvimento conjunto de sistemas inteligentes para o mercado agrícola. Em particular, através da parceria, as empresas poderão utilizar o projeto VCUB como ferramenta para o desenvolvimento de soluções avançadas. O acordo ainda possibilita identificar e discutir novas oportunidades de atuação conjunta usando outras tecnologias espaciais.

Essa iniciativa envolve a Embrapa Informática Agropecuária, localizada em Campinas (SP), e a Secretaria de Inovação e Negócios (SIN) da Embrapa, que vão atuar no desenvolvimento de tecnologias e novas modelagens de negócios junto à Visiona e parceiros. Com o acordo geral de cooperação, a Embrapa poderá contribuir também em outros temas de interesse da área agrícola, envolvendo inclusive mais centros de pesquisa da Empresa e diversas tecnologias.

O uso combinado de sensores, satélites, aplicativos e inteligência artificial caracteriza a atual fase de evolução da agricultura – denominada de agricultura 4.0, fortemente apoiada pela TI. Toda a cadeia produtiva tem buscado essas soluções para suporte aos processos de produção e de tomada de decisão, visando melhorar o desempenho e aumentar a sustentabilidade socioeconômica e ambiental do setor.

O mapeamento e o monitoramento, com alta precisão e em tempo real, das áreas de produção agrícola e pecuária, áreas de conservação e dos ecossistemas ambientais como um todo, estão entre os grandes desafios da agricultura atual que podem ser fortemente beneficiados pela integração dessas soluções tecnológicas inovadoras. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Vivo lança banda larga e TV com Vivo Fibra em Presidente Prudente, Andradina, Atibaia e Palmas
Próximos Planejamento prorroga consulta da alteração da Instrução Normativa 4