Em Sorocaba, rede sem-fio suporta Big Brother do zoológico.


A cidade de Sorocaba, localizada no interior de São Paulo, a 96 quilômetros de distância da Capital, chama atenção não só pelo uso que faz das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), como pela criatividade nos serviços oferecidos a cidadãos e investidores. Com investimento total de R$ 1,5 milhão, foram implantados serviços como imposto online, …

A cidade de Sorocaba, localizada no interior de São Paulo, a 96 quilômetros de distância da Capital, chama atenção não só pelo uso que faz das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), como pela criatividade nos serviços oferecidos a cidadãos e investidores. Com investimento total de R$ 1,5 milhão, foram implantados serviços como imposto online, reclamações contra empresas via computador, cadastro de novos empreendimentos pela rede mundial de computadores, e até um Big Brother do Zoológico – câmeras que exibem os animais em tempo real – são oferecidos para os moradores. Uma rede pré-WiMax com velçocidade de de 200 Mbps liga os principais pontos da cidade por meio de uma conexão de até 10 Mbps.

“Nosso objetivo é levar para a população a praticidade, por meio de serviços de voz, dados e imagens”, disse Umberto Nanini, diretor de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Sorocaba, durante o 6º Wireless Mundi, evento realizado pela Momento Editorial para discutir o uso de tecnologias e as aplicações sociais. O projeto, de acordo com Nanini, já resulta em uma economia mensal de R$ 200 mil para os cofres municipais.

A consulta online à tramitação de processos de construções novas é um dos principais investimentos da prefeitura no conceito de Cidade Digital. Sorocaba é considerada modelo nacional de gestão nessa área. Segundo Nanini, a proposta é "otimizar tempo e recursos, gerando, consequentemente, melhor atendimento ao cidadão e maior eficiência na prefeitura". Um desses exemplos é o programa Empres@Fácil, que reduziu a burocracia e encurtou o prazo de abertura de novos negócios dos antigos 45 dias para os atuais três dias. Muitas das compras e licitações são feitas pela prefeitura por meio do portal Acess@ Compras. Há ainda o Cadastro de Materiais e Marcas (CMM), que facilita a vida de quem quer comprar e vender para o município. A cidade conta também com o sistema ISS Digital, para recolhimento do Imposto Sobre Serviços e um sistema de atendimento online do Procon.

Sorocaba dispõe hoje de 30 unidades do projeto Sabe Tudo, centro de inclusão digital, com cursos de informática e acesso gratuito à internet. Foram investidos R$ 300 mil na implementação do projeto. Outra alternativa da prefeitura para algumas regiões da cidade é a rede Wi-Fi, de acesso livre. Nanini conta que, nas imediações “as pessoas se conectam à rede mundial de computadores de forma rápida, gratuita e segura”.

Anterior PT e Telefónica vendem Meditel, do Marrocos.
Próximos Jundiaí lança licitação de rede de telecom para a saúde