Em Munique, nove multinacionais assinam carta de compromisso com cibersegurança


security-by-Blogtrepreneur-cc-by-20A Conferência de Segurança de Munique já tem alguns resultados concretos. Hoje, nove grandes multinacionais assinaram uma carta de compromisso para promoverem a cibersegurança. Por iniciativa da Siemens, o Charter of Trust, como é chamado, estabelece regras e normas obrigatórias para que seja possível avançar na digitalização. E identifica 10 áreas nesse segmento onde governos e empresas precisam estar mais ativos.

Além da própria Siemens, também assinam o compromisso as empresas Airbus, Allianz, Daimler Group, IBM, NXP, SGS e Deutsche Telekom. A iniciativa também tem apoio de governos e da União Europeia.

O documento exige que a responsabilidade pela cibersegurança seja assumida pelos mais altos níveis de governos e empresas, com a criação de um ministério dedicado em cada governo e um diretor de segurança da informação nas empresas. Também exige que as empresas estabeleçam uma certificação independente e obrigatória concedida por terceiros para infraestruturas e soluções críticas, isto é, onde situações perigosas podem surgir, como veículos autônomos ou robôs do futuro, que irão interagir diretamente com humanos durante os processos de produção.

No futuro, as funções de segurança e proteção de dados devem ser pré-configuradas como parte das tecnologias e regulamentos de cibersegurança devem ser incorporados aos acordos de livre comércio. Os signatários deste documento também exigem mais esforços para promover uma compreensão da cibersegurança por meio de treinamento e educação contínua, além de iniciativas internacionais.

Anterior Pharol aposta na arbitragem para resolver imbróglio com a Oi
Próximos Telebras vai conectar sua rede a todos os PTTs no Brasil