Eletrosul testa comunicação via satélite na operação de subestações


COSE
COSE

A Eletrosul iniciou a fase de testes da tecnologia de comunicação via satélite na operação remota das subestações e usinas conectadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O projeto tem por objetivo reforçar o sistema redundante de fibra óptica, que atualmente conta com outros três canais diferentes de conexão, aumentando a eficiência e a confiabilidade das atividades de supervisão, comando e controle.

Nessa etapa, estão sendo testados os satélites da Hughes Communications e da Telebras para a teleassistência em tempo real do Centro Regional de Operação de Instalação de Campos Novos (SC) e da Subestação Ivinhema (MS). O período de testes terá duração de 60 dias.

Durante esse período de testes, será observada a resiliência dos links fornecidos pelos dois provedores em relação às variações climáticas, em especial chuvas torrenciais. Serão analisados ainda os tempos de transmissão e recepção dos dados, assim como suas variações nos canais via satélite.

Expansão

Depois, está prevista a expansão da teleassistência via satélite para os cinco Centros Regionais de Operação de Instalação (CROIs), que são responsáveis pela gestão ininterrupta do sistema de transmissão da empresa. A supervisão desse processo é realizada pelo Centro de Operação da Transmissão (COT), integrante do Centro de Operação do Sistema Eletrosul (COSE.

Com 11 mil km de linhas de transmissão, a empresa é responsável por aproximadamente 10% do sistema de transmissão do país. O sistema próprio da Eletrosul é constituído por 44 subestações e uma conversora de frequência. Também tem envolvimento em mais 55 subestações de propriedade de outras empresas, nas quais conta com equipamentos e bays instalados, ou presta serviços de manutenção e operação. (Com Assessoria de Imprensa)

Anterior Sistema de alerta por SMS contra desastres naturais entra no ar em ES, RJ e RS
Próximos Eletronet restabelece integralmente suas rotas em São Paulo