Eletronet lança serviço de transporte IP nacional e internacional


stockvault-high-voltage-power-mast-torre-infraestrutura

A Eletronet, dona de uma rede óptica de 16 mil km no país, lançou um serviço de trânsito IP nacional e internacional. O produto estará disponível nos 155 POPs dos 18 estados em que a operadora atua. Segundo a empresa, o desenvolvimento do produto faz parte de um plano de investimentos para ampliar o atendimento a provedores e outras operadoras.

Segundo a empresa, o produto é baseado no backbone OPGW nacional próprio, conectado a pontos de troca de tráfego (IXs) de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Campinas, Brasília e Salvador. Também tem rotas internacionais para Londres (Inglaterra), Frankfurt (Alemanha), Amsterdam (Holanda) e Nova York e Miami (EUA).

As rotas são redundantes, garante a empresa, e são integradas a data centers Tier-1 no exterior pelos cabos submarinos que chegam ao país. Localmente, também tem saídas para “os principais”, diz, data centers e CDNs. Os links contratados podem ter 1Gbps, 10 Gbps ou 100Gbps.

Para adaptar o core de rede à tecnologia IP a Eletronet contratou Juniper, Ciena e Padtec.

Novo PIX

A Eletronet também está inaugurando um novo PIX em Fortaleza (CE), com capacidade inicial de 20G e possibilidade expansão em portas de 10 e 100G. Segundo a empresa, o investimento no Nordeste se justifica para atender ao crescente mercado local de provedores de banda larga. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Faturamento cresce, mas Telebras fecha ano com novo prejuízo
Próximos Ericsson e Qualcomm se juntam para explorar IoT no Brasil