Eletronet ainda aguarda autorização para trocar cabos danificados


Horizonte com torres de energia e cabos de dados
Foto de Pok Rie, via Pexels https://www.pexels.com/photo/cable-clouds-conductor-current-189524/

Em nota oficial, a Eletronet informou que as equipes técnicas de Furnas aguardavam, até o início da tarde de hoje, 7, a autorização da Organização Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para desligar a rede de alta tensão, para que pudessem içar os novos cabos OPGW que vão substituir os cabos danificados no trecho entre as torres 127 e 128 da rede Furnas, na Grande São Paulo, entre Guarulho e Ibiuna.

Com o rompimento das fibras, na tarde de terça-feira, os clientes da Eletronet que têm links que terminam ou passam por São Paulo ficaram sem conexão.

A íntegra da nota da empresa:

“A Eletronet informa que o processo de recuperação do cabo OPGW, que apresentou dupla falha na noite de 5/12, em São Paulo, continuará hoje ao longo do dia, uma vez que as equipes técnicas Eletronet e Furnas já estão 100% mobilizadas e a postos no local, aguardando apenas a autorização do ONS para o desligamento das linhas de alta tensão. Após essa liberação, será iniciada a reparação do dano.

A operação prevê a inserção de duas caixas de emenda entre as torres 127 e 128 para a completa substituição dos cabos ópticos.

A Eletronet reforça seu compromisso com a qualidade dos serviços prestados a todos os seus clientes e continuará informando sobre a retomada dos mesmos.”

Anterior Google, Claro, Oi e Vivo lançam novo tipo de SMS no Brasil
Próximos Novo Snapdragon traz realidade virtual em movimento

10 Comments

  1. 7 de dezembro de 2017

    E onde fica a redundância que consta em contrato ?

    • 8 de dezembro de 2017

      Redundância fica com Algar ou level3 sobrecarregou as 2 empresas

  2. 7 de dezembro de 2017

    Imagino que oa clientes da Eletronet, devem abrir um pedido de desconto na fatira por atraso na solucao do problema. Sera que vamos este repasse vai chegar ate nós?

  3. vyni
    7 de dezembro de 2017

    qual quer noticia nos atualize!

  4. Gladia
    7 de dezembro de 2017

    Nossa, e está bem dificil ficar sem banda larga esse tempo todo. Espero que consertem isso ainda hoje.

  5. Gpd
    7 de dezembro de 2017

    O pior que muitos clientes não entende pensa que o problema está no provedor de sua cidade.

  6. Matheus
    7 de dezembro de 2017

    Concordo com o GDP. Sou do Paraná e estou sendo afetado por esse problema aí em São Paulo, e a galera por desconhecimento disso acaba acusando as provedores por falta de internet.

  7. Ana
    7 de dezembro de 2017

    A minha provedora vai dar desconto pelos dias sem o serviço e estou em redundância dês de ontem , me passaram a informação que vai ser descontado até agora 4 dias.

  8. Gustavo
    7 de dezembro de 2017

    A empresa não tem um plano B???? Triste.

  9. 7 de dezembro de 2017

    Muito estranho ter que pedir autorização pra trocar um cabo de aterramento contra descargas atmosféricas, e segundo o próprio site da eletronet estes cabos suportamo peso de um avião, como é que se romperam sozinhos?
    segue o link explicando sobre este cabo!

    http://eletronet.com/en/voce-sabe-o-que-e-um-cabo-opgw-e-como-a-eletronet-transporta-dados-por-meio-dele/

    Outro fato levantado é que a telebras utiliza parte destas redes para transporte assim como a ELETRONET, ai fica a pergunta!

    porque o PIX da Telebras no PTT-SP teve aumento de transito passando dos 20 Gigas somente apos a queda da ELETRONET?

    link mostrando as alterações no PIX TELEBRAS

    https://ix.br/trafego/pix/sp/telebras/bps

    as explicações da matéria não estão bem esclarecidas por parte da empresa!