El Salvador impede América Móvil de comprar subsidiária da Telefónica


O negócio firmado entre América Móvil e Telefónica em El Salvador encontrou um obstáculo. Anunciada em janeiro, quando a AMX propôs pagar US$ 315 milhões pela operação local do grupo espanhol, a transação aguardava o aval dos reguladores salvadorenhos para prosseguir. Hoje, no entanto, a autoridade antitruste do país centroamericano recusou o acordo.

A Superintendência de Competição alegou questões burocráticas para vetar o negócio. Diz que as operadoras não entregaram a documentação necessária para que o caso fosse analisado corretamente. A negativa não significa, no entanto, o fim do caminho.

Em 15 de maio, já avisada de que o processo fez água, a AMX informou o regulador que iria reencaminhar a documentação, o que é permitido. Dessa forma, a proposta de aquisição ainda será analisada pelo regulador antitruste. (Com agências internacionais)

Anterior Uso de Inteligência Artificial é debatido no MPF
Próximos CEO da Qualcomm afirma que parceria com China não é afetada pelo rompimento com a Huawei

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *