EBC registra prejuízo de R$ 5,3 milhões em 2017


A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) fechou 2017 com prejuízo de R$ 5,3 milhões, metade do observado no ano anterior de R$ 11,6 milhões. O orçamento da companhia para o ano foi de R$ 159,9 milhões, sendo R$ 132,6 milhões alocados para custeio e R$ 27,36 milhões em investimentos. Outros R$ 441,5 milhões foram destinados a despesas obrigatórias, como com pessoal e previdenciária.

Do total do orçamento de R$ 684 milhões, R$ 538,3 milhões vieram da CFRP (Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública) arcada pelas teles e outros setores que contribuem para o Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações). Mais R$ 129,5 milhões foram obtidos por fontes próprias.

A redução de funcionários por meio de programa de demissão voluntária e o cancelamento de reajuste facilitaram a redução dos gastos com pessoal, que alcançaram R$ 411 milhões, afirma a empresa na nota publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (4). Segundo a companhia, em 2017, cumpriu os 237 projetos e atividades, definidos para a manutenção e aprimoramento das plataformas de TV, rádio e web, prestação de serviços, Rede Nacional de Comunicação Pública, além dos projetos para manutenção de todas as atividades de suporte às operações finalísticas.

Apesar dos esforços, o número de pessoas que assistiram pelo ao menos uma vez a TV Brasil em 2017 foi de 22,8 milhões, menor do que o observado em 2016, quando a audiência pode ter atingido 30,2 milhões. Na Agência Brasil, foram anotados 28,5 milhões de visitantes únicos.

 

 

Anterior Anatel deve transformar TAC da Telefônica em mais multas
Próximos Políticas públicas, sociedade, educação e banda larga