Donos de iPhone processam Google em R$ 16,3 bi no Reino Unido


shutterstock_ Maksim Kabakou_internet_privacidade_marcocivil

Um grupo donos de iPhone está processando o Google no Reino Unido por violação de privacidade. Ao todo, 4,4 milhões de usuários participam da ação coletiva. Eles acusam a gigante digital de burlar o sistema de segurança do celular da Apple para coletar dados, sem autorização.

Individualmente, o valor pedido é baixo. Cerca de 750 libras (R$ 3,7 mil) por usuário participante da ação. Mas em função da quantidade de interessados, o valor foi às alturas, chegando ao equivalente a R$ 16,3 bilhões (£ 3,2 bilhões).

O Google se defende. Diz, no processo, que as acusações não são verdadeiras e pede, também, mudança de foro, afirmando que o caso não deveria ser julgado em Londres.

A ação teve início em novembro de 2017. O grupo afirma que o Google desenvolveu um algoritmo que permitiu a desenvolveres acessar o histórico de navegação e obter dados pessoais mesmo quando o Safari (navegador da Apple) está com o bloqueio a rastreio por terceiros desativado. Ainda não há prazo para a realização do julgamento. (Com noticiário internacional)

Anterior Órgão que facilitará a atração de investidor estrangeiro em P&D é regulamentado
Próximos Eduardo Ricotta: A construção da competitividade