Dona da TIM vai deixar a bolsa de Nova York


A Telecom Italia – TIM SpA- comunicou hoje, 14, ao mercado que pretende iniciar o procedimento para retirar voluntariamente suas ações ordinárias American Depositary Shares e ações de poupança American Depositary Shares  da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Conforme a operadora, a decisão de sair da NYSE visa reduzir a complexidade tanto dos relatórios financeiros quanto dos custos administrativos. A empresa assegura que irá manter os padrões de governança corporativa, “um forte sistema de controle interno e relatórios financeiros transparentes (a  Telecom Italia – TIM continuará publicando em seu site corporativo www.telecomitalia) com traduções em inglês de seus relatórios anuais, demonstrações financeiras, press releases financeiros e outras informações regulamentadas)”

A companhia permanecerá sujeita às regras de mercado da Bolsa italiana e a todas as leis e regulamentos aplicáveis ​​às empresas listadas na Itália.

Para iniciar o processo, a  operadora pretende converter seus atuais programas de ADR de Nível II em programas de ADR Nível I, o que daria aos atuais detentores de ADRs a opção de continuar a deter ADRs. Os ADRs Nível I são negociados no mercado de balcão norte-americano.

Depois que tiver a aprovação da SEC (Securities and Exchange Commission), a CVM norte-americana, os papeis deixarão, então, de ser negociados na NYSE e cancelado o registro de todos os títulos.

 

 

Anterior TCU pede providências contra ineficiências do Serpro e Dataprev
Próximos Yahsat leva banda larga via satélite a 16 cidades do Rio de Janeiro

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *