Dona da Nextel conclui recuperação judicial


A NII Holdings, companhia norte-americana que no Brasil possui a Nextel, divulgou nota ao mercado nesta sexta-feira, 26, em que afirma ter deixado a recuperação judicial, iniciada ano passado. Para superar a crise, a empresa propôs uma reorganização societária, que transformou parte de seus credores em acionistas em integrantes do conselho que passa a dirigir a companhia. O plano de reestruturação foi aprovado na última semana pela Justiça de Nova York.

“Saímos desse processo como uma organização mais enxuta e focada, como um balanço financeiro forte e uma posição de liquides saudável”, garante Steve Shindles, CEO da holding. Ele voltou a ressaltar que, de agora em diante, a preocupação do grupo será crescer no Brasil.

“Vamos concentrar no país nossos investimentos futuros. No Brasil enxergamos uma promissora oportunidade de longo prazo”, falou. O executivo ressalta, em nota, que vai manter políticas de redução de despesas e de estruturas pequenas, ágeis e baratas. “Acreditamos que é a melhor estratégia de longo prazo”, diz.

PUBLICIDADE

O plano de reestruturação aprovado prevê a nomeação de sete novos integrantes para o conselho administrativo do grupo. Executivos já foram nomeados para seis dessas sete cadeiras – entre eles, Shindler. O plano também emitiu 100 milhões de novas ações, que foram distribuídas a credores da empresa. Estes papéis serão listados na Nasdaq. As ações da empresa que circulavam antes do processo de falência foram retiradas do mercado, sem compensação aos detentores. Já os credores que investiram em títulos de dívida da empresa receberão, além das novas ações, US$ 745 milhões em dinheiro.

 

Anterior Oi diz que só grandes grupos econômicos usam sua EILD
Próximos Concessionárias desistem do calling card para o orelhão