Docas tem que pagar dívida para evitar falência da Intelig


A Docas Investimento, holding do empresário Nelson Tanure, terá que pagar R$ 796,5 mil para o escritório de advocacia Sérgio Bermudes para evitar a falência da Intelig. "Estaremos, neste momento, providenciando o depósito da “dívida” de R$ 796.584", informa a empresa, em comunicado enviado hoje à Comissão de Valores Mobiliários. Com o pagamento, a falência …

A Docas Investimento, holding do empresário Nelson Tanure, terá que pagar R$ 796,5 mil para o escritório de advocacia Sérgio Bermudes para evitar a falência da Intelig. "Estaremos, neste momento, providenciando o depósito da “dívida” de R$ 796.584", informa a empresa, em comunicado enviado hoje à Comissão de Valores Mobiliários. Com o pagamento, a falência requerida fixa suspensa.

De acordo com o comunicado, a origem do crédito foi proveniente de ação impetrada por Docas Investimentos contra a Intelig, Deutsche Bank, JVCO Participações e UBS Securities. A ação de indenização foi considerada improcedente, o que obriga a Docas a pagar o s honorários do escritório Sérgio Bermudes, que representava a empresa Intelig e JVCO, que hoje pertencem ao grupo Docas Investimentos. Como os honorários não foram pagos, o escritório pediu a falência da Intelig.

A operadora foi vendida por Tanure para a TIM, mas a conclusão do negócio depende do refinanciamento da dívida da Intelig junto aos bancos credores e de uma solução para problemas trabalhistas que bloqueiam as ações da Intelig. (Da redação)

Anterior Cisco anuncia roteadores de serviços integrados
Próximos Plano da banda larga: Minicom volta a participar dos debates.