Dobra o lucro líquido da América Móvil


Com ganho líquido de 7,3 milhões de clientes no primeiro trimestre de 2006, a base total de assinantes da América Móvil atingiu 101 milhões de usuários. A adição líquida de assinantes aumentou quase 40% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Os primeiros três meses deste ano foram os melhores da história da operadora, segundo informações que divulgou ontem à noite, 2 de maio.

Entre as subsidiárias da empresa mexicana, em termos de adições líquidas, a liderança continuou com a da Colômbia (Comcel), com 2,1 milhões de novos assinantes. Em seguida vieram a Telcel (México), com 1,7 milhão; Claro, com 787 mil; Estados Unidos (Tracfone), 767 mil.

As receitas consolidadas do primeiro trimestre totalizaram 51 bilhões de pesos mexicanos, 26% acima das obtidas em igual período de 2005. O faturamento de serviços cresceu 29% em termos anuais, e 5% em comparação com o último trimestre de 2005.

A margem Ebitda foi de 36,2%, quase 4 pontos percentuais acima da gerada no ano anterior. O Ebitda consolidado da operadora atingiu 18,3 bilhões de pesos, mais 20% trimestre a trimestre, mais 41% sobre o primeiro trimestre do ano passado. A receita operacional cresceu 51% sobre o 1T05, para 12,4 bilhões de pesos, valor equivalente a cerca de 25% das receitas.

No primeiro trimestre de 2006, a América Móvil obteve lucro líquido de 10 bilhões de pesos, o dobro do registrado no 1T05. Ou, 28 centavos de pesos por ação, 52 centavos de dólar por ADR.

Os investimentos da empresa totalizaram 6,5 bilhões de pesos.

Anterior Telecom Itália desiste do acordo de fusão com a BrTGSM
Próximos Bafutto é a nova aquisição da Telefonica