Disputas à parte, NeoTV e Globosat fecham acordo pelo Canal Brasil


A associação NeoTV e a Globosat travam disputa nas instâncias legais e de governo sobre o direito de exclusividade dos canais de esportes, como o Sportv, pertencente à Globo, que transmite o Campeonato Brasileiro pela NET. Paralelamente, negociam amistosamente os canais não exclusivos. Hoje, 4, foi anunciado um dos frutos dessa negociação. O Canal Brasil, …

A associação NeoTV e a Globosat travam disputa nas instâncias legais e de governo sobre o direito de exclusividade dos canais de esportes, como o Sportv, pertencente à Globo, que transmite o Campeonato Brasileiro pela NET. Paralelamente, negociam amistosamente os canais não exclusivos. Hoje, 4, foi anunciado um dos frutos dessa negociação. O Canal Brasil, da Globosat, estará, a partir de agora, disponível para os mais de 820 mil assinantes do grupo de 54 operadoras independentes de TV por assinatura que compõem a NeoTV.
“Demorarmos cerca de quatro anos com essa negociação, mas, enfim, conseguimos”, suspirou Neusa Risette, diretora geral da entidade. Com isso, a TVA, por exemplo, transmitirá pela primeira vez um canal da Globosat. “Mas outras operadoras da NeoTV já o faziam, com a programação do Futura, Shoptime e Universal Channel”, esclarece Neusa.
O Canal Brasil tem mais de 60 mil horas de programação 100% brasileira, composta por curtas, médias e longa-metragens, além de co-produções com produtoras independentes e outros programas de entretenimento. A receita publicitária ainda é quase insignificante. Em 2005, foram R$ 320 mil. Para este ano, estão previstos R$ 600 mil. “Mas esse montante certamente vai aumentar com a entrada da NeoTV”, confia Paulo Mendonça, diretor geral do Canal Brasil.
Esportes

O custo do canal fica em R$ 15 milhões por ano. E espera-se que a base de distribuição aumente 60% com o acordo. Estão em curso há um ano negociações para distribuição do canal Telecine. “Estamos perto de um desfecho”, adianta Fernando Ramos, diretor executivo da NET Brasil, que negocia os canais Globosat.
A NeoTV também aguarda com ansiedade o desfecho sobre a exclusividade dos canais de esportes. Hoje, os jogos do campeonato brasileiro só podem ser transmitidos pela NET e Sky. “Acreditamos nas autoridades, que nos deram pareceres favoráveis nessa questão (Anatel e Secretaria de Direito Econômico)”, comenta Neusa Risette. Do outro lado, Fernando Ramos prefere não se alongar no assunto. “Não temos expectativas quanto a isso. É uma decisão administrativa. A nós cabe esperar”, encerra.  A decisão, agora, é com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Anterior Grande interesse na convergência fixo-móvel
Próximos Agência ainda retém dados sobre conversão pulso-minuto