Dispara o prejuízo da Amazônia Celular


O prejuízo líquido da operadora, de R$ 9,8 milhões no terceiro trimestre (e de R$ 27 milhões nos nove meses de 2006), aumentou 8,9% em relação ao segundo trimestre e mais de 1.000% em comparação com as perdas líquidas de R$ 712 mil apuradas no terceiro trimestre de 2005. A empresa divulgou resultados trimestrais após …

O prejuízo líquido da operadora, de R$ 9,8 milhões no terceiro trimestre (e de R$ 27 milhões nos nove meses de 2006), aumentou 8,9% em relação ao segundo trimestre e mais de 1.000% em comparação com as perdas líquidas de R$ 712 mil apuradas no terceiro trimestre de 2005. A empresa divulgou resultados trimestrais após as 22 horas de ontem, 13 de novembro.

No trimestre encerrado em 30 de setembro, a receita de serviços da Amazônia Celular totalizou R$ 180 milhões (R$ 438 milhões no ano), 34% acima da obtida no 2T06, e 32% a mais do que no 3T05. A receita bruta total foi de R$ 200 milhões no terceiro trimestre de 2006, 29% a mais do que o trimestre anterior, e 33% a mais do que no 3T05. A receita líquida de R$ 122 milhões no 3T06 evoluiu 24% no trimestre, e 13% na comparação com igual trimestre do ano passado.

A provisão para devedores duvidosos, de R$ 3,3 milhões no 3T06, caiu 25% em comparação com o 2T06, mas cresceu 36% quando comparada com o PDD do 3T05. O Ebitda (receita operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou R$ 21,3 milhões no terceiro trimestre (R$ 60,1 milhões no ano), com avanço trimestral de 6,7% e recuo de 37% em comparação com o apurado no 3T05. Quanto à margem de 19,7% do 3T06, caiu 4 p.p  em comparação com o 2T06 e 42,4 p.p. em comparação com o 3T05.

Anterior Margem da Telemig Celular cai 5,9 pontos percentuais
Próximos Custos de interconexão aumentam 460% na Telemig Celular