Discurso de radiodifusores está alinhado, garante Band


O presidente da Rede Bandeirantes, Johnny  Saad, garantiu hoje, 15, que o discurso dos radiodifusores sobre a implantação da TV digital no Brasil está alinhado na defesa da alta definição, mobilidade, portabilidade e na robustez do sinal. “Todos temos consciência que, sem alta definição, portabilidade, mobilidade e robustez, estamos fora desse jogo e não conseguiremos competir …

O presidente da Rede Bandeirantes, Johnny  Saad, garantiu hoje, 15, que o discurso dos radiodifusores sobre a implantação da TV digital no Brasil está alinhado na defesa da alta definição, mobilidade, portabilidade e na robustez do sinal. “Todos temos consciência que, sem alta definição, portabilidade, mobilidade e robustez, estamos fora desse jogo e não conseguiremos competir especialmente com as mídias pagas”, disse Saad, no Palácio do Planalto, após participar de reunião com o comitê de ministros que discute a implantação da TV digital.
Durante a reunião, o presidente da Bandeirantes afirmou ter reiterado que a multiprogramação não favorece os radiodifusores, especialmente porque os anunciantes não vão querem pagar para veicular seus anúncios em vários programas, e que ela não deu certo em nenhum lugar do mundo. “O mercado publicitário é do mesmo tamanho. Não adianta querer multiplicar. Mas isso não quer dizer que não possam ser feitos canais educativos e uma série de outros aplicativos úteis ao país”, completou.
João Roberto Marinho, vice-presidente das Organizações Globo, disse que a reunião no Palácio foi positiva porque os radiodifusores puderam deixar claro as características da TV digital que são importantes para o negócio da TV aberta. “As televisões colocaram a importância de evoluirmos para a alta definição e transmitirmos para alvos móveis e portáteis”, contou. Os dois radiodifusores afirmaram ainda acreditar que o prazo final de 10 de março, estipulado pelo governo em novo decreto publicado na semana passada, será suficiente para que o Executivo tome uma decisão sobre a TV digital. Também participaram da reunião no Planalto, presidentes e diretores das tevês Record, SBT, TV Cultura, Rede Vida e Rede TV.

Anterior Ciência e Tecnologia lança editais de R$ 787 milhões para financiar P&D
Próximos TV digital: implantação começa com padrão estrangeiro puro