Diminui o crescimento da telefonia celular


O mercado mundial de telefonia celular foi de US$ 900 bilhões no ano passado, dos quais 80% gerados pelas operadoras e prestadores de serviço, 15% pelos fabricantes de aparelhos e 5% pelos fornecedores de infraestrutura, conforme estudo divulgado hoje pela empresa de consultoria Idate, durante o Celular World Congress 2009. A telefonia movél é responsável …

O mercado mundial de telefonia celular foi de US$ 900 bilhões no ano passado, dos quais 80% gerados pelas operadoras e prestadores de serviço, 15% pelos fabricantes de aparelhos e 5% pelos fornecedores de infraestrutura, conforme estudo divulgado hoje pela empresa de consultoria Idate, durante o Celular World Congress 2009.

A telefonia movél é responsável por 54% do mercado de serviços de telecomunicações, mas, como efeito da crise, seu crescimento caiu de 12% em 2007 para 8% no ano passado. Embora a base de assinantes móveis tenha crescido 17% em todo o mundo (puxada pelos países em desenvolvimento, como Índia, que incorpora 10 milhões de clientes por mês), as receitas continuam caindo. O ARPU (conta média do cliente) está atualmente em US$ 17,50 por mês.

Segundo o estudo, a desaceleração econômica também afetará o mercado de handsets. Ao invés de crescer 15% ano ano, como praxe, o mercado de aparelhos movéis cresceu só 5% no ano passado, quando somou 1,2 bilhão de aparelhos vendidos. Para este ano, a Idate refez as suas projeções iniciais e, ao invés de um crescimento de 1% no mercado mundial de aparelhos, a consultoria prevê uma queda de 5% no número de aparelhos comercializados

* A jornalista viajou a convite da Alcatel-Lucent

Anterior Telefónica mantém aposta na América Latina
Próximos Espanha obriga operadora a alugar sua rede em prédios antigos