Dilma e Zuckerberg discutiram infraestrutura


Em entrevista realizada ontem com blogueiros, a presidente Dilma Rousseff afirmou que sua conversa com Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, se restringiu a infraestrutura e não tocou no tema do zero-rating, que é a oferta de acesso gratuito a certos conteúdos e aplicativos.

dilma-zuckerberg
Dilma e Zuckerberg, durante encontro realizado no Panamá na última sexta-feira (10)

Ela explicou que Zuckerberg propôs arcar com a infraestrutura de conexão banda larga em Heliópolis. Depois disso, o Facebook vai se reunir como governo para estudar maneiras de ampliar a inclusão digital por todo o país. “Vocês lembram daquela questão do satélite de baixa altitude? Eles agora bolaram um balão que será para regiões basicamente isoladas. Eles queriam discutir a possibilidade de a gente participar com isso no Nordeste, se a gente quer fazer essa experiência. Essa é a proposta dele”, explicou. A própria Telebras já realizou teste com balões para ampliar a conectividade de redes.

Dilma afirmou que nenhum projeto será aprovado ou implementado sem que antes passe pelo aval da comunidade beneficiada e da comunidade digital. “Acho que tem que colocar junto toda a discussão no meio da internet. Acho que nós podemos ter com eles uma parceria que defina um horizonte, mas que remonte aos nossos interesses”, afirmou.

Ela lembrou que Zuckerberg vem ao Brasil em junho para elaborar o modelo de parceria possível com o governo federal. Não ficou claro se a rede construída em Heliópolis poderá ser usada para acesso apenas a serviços básicos ou para navegação irrestrita.

Participaram da entrevista Altamiro Borges, do Centro Barão de Itararé; Cynara Menezes, do Socialista Morena; Luis Nassif, do Jornal GGN; Maria Inês Nassif, da Carta Maior; Paulo Moreira Leite, do Brasil 247, e Renato Rovai, do Blog do Rovai e revista Fórum.

Anterior Infraestrutura de rede consumiu 66,5% dos investimentos da Claro no país em 2014
Próximos Indicação de Bittar para a Telebras não está confirmada