Dígitro desenvolve biometria de voz


A Dígitro Tecnologia, desenvolvedora brasileira de soluções de TI e telecomunicações, desenvolveu um sistema de biometria de voz, utilizado para a identificação de indivíduos a partir de suas características vocais e hábitos de locução. Empregado originalmente em plataformas de inteligência da Dígitro – entre elas a solução Guardião, que equipa sistemas de inteligência e investigação policial em todo o território brasileiro – a biometria vocal poderá ser empregada também em aplicações de reconhecimento e controle de acesso a dados e serviços das soluções de redes e TI desenvolvidas pela empresa.

Para o desenvolvimento da tecnologia biométrica, a empresa investiu, nos últimos três anos, cerca de R$ 2,2 milhões em seus laboratórios de fonética aplicada e em tecnologias como conversão de texto em fala e vice-versa. A empresa também financia pesquisas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em sistemas de reconhecimento de fala que são aplicados para o acionamento de comandos a partir de ordens vocais.

O presidente da Dígitro, Geraldo Faraco, aposta no uso da solução para sistemas altamente críticos, como operações financeiras por voz ou o acesso a dados confidenciais nas empresas. A companhia destaca que, diferentemente de outros sistemas de prova biométrica, como a leitura de íris, da impressão digital ou do mapeamento das veias da mão, a biometria de voz tem a vantagem de dispensar a presença física do indivíduo no local, podendo ser colhida à distância, através de ligação telefônica. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Telecom Itália anuncia acordo com sócio na Argentina
Próximos Operação no Brasil contribui para resultado da Telecom Italia