Desenvolvimento aprova transferência do controle acionário da CCE à Lenovo


O Ministério do Desenvolvimento Industrial e Comércio Exterior (MdiC) anuiu previamente à transferência de controle acionário da brasileira CCE para a chinesa Lenovo. A operação foi anunciada em setembro deste ano e tem valor estimado em R$ 300 milhões a serem pagos em dinheiro e ações.

A Lenovo e a CCE juntas passam a ter 7% do mercado de PCs no Brasil. O objetivo, segundo o presidente mundial da Lenovo, Yang Yanquing, é fazer a companhia se tornar a maior fabricante de PCs do Brasil, superando a Positivo, atual líder no mercado, dentro de três anos.

Pela portaria publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (22), assinada pelo superintendente da Zona Franca de Manaus, a fabricante chinesa passa a controlar a Digiboard Eletrônica, que é em parte controlada pela Digibrás, dona da CCE.

A CCE tem sete fábricas no polo industrial de Manaus e em São Paulo, cerca de 6 mil funcionários e faturou R$ 1,6 bilhão em 2011. A empresa produziu 774 mil PCs no ano passado. A expectativa para este ano é que produza 887 mil unidades.(Da redação)

Anterior Mudança no comando da Telebras?
Próximos HP lança servidor para Big Data