Desafio Vale Covid-19 seleciona projetos de combate ao vírus


A Vale, em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e a Rede Mater Dei de Saúde, anunciou nesta sexta-feira, 8/5, os 11 projetos contemplados pelo Desafio Vale Covid-19, que tem o objetivo de apoiar soluções que reduzam os impactos do novo Coronavírus na sociedade. As soluções beneficiarão cerca de 500 mil pessoas em 12 cidades do Brasil e do Canadá. O investimento total da Vale chegará a aproximadamente US$ 1 milhão.

Todas as parceiras contempladas doarão uma parte do material produzido ou do serviço oferecido para instituições de saúde de estados com grande número de casos, como Rio de Janeiro, Ceará e São Paulo, entre outros. Ao todo 100 hospitais devem ser beneficiados.

PUBLICIDADE

Foram selecionadas as empresas Compass 3D e Delfino, de Minas Gerais; a Universidade Federal do Rio de Janeiro; as empresas BioLambda e OrienteMe, sediadas em São Paulo; a Universidade Federal do Amazonas; o Instituto Federal do Ceará; a FaceShield4Life, da Bahia; a Neoprospecta, de Santa Catarina; e a iniciativa Team 1305 e a start-up Flosonics, ambas do Canadá.

A Vale entra com o custeio dos recursos financeiros necessários para efetivar os projetos. O Hospital Israelita Albert Einstein e a Rede Mater Dei de Saúde fizeram a avaliação técnica de critérios de aprovação das propostas inscritas. Na próxima etapa do processo será feita a conferência da documentação e em seguida a assinatura do termo de parceria.

Ao todo foram inscritas 1.452 soluções no Brasil e 319 no Canadá. As soluções se encaixam nas categorias de monitoramento de riscos e prevenção, monitoramento e acompanhamento de pacientes e desafio aberto. No Brasil há também as categorias de triagem e diagnóstico e cuidados intensivos.

Entre as soluções escolhidas há desde a fabricação de produtos que estão em falta nas unidades de saúde, como kits de testes PCR, “face shields” (máscaras para uso de profissionais de saúde) ou álcool em gel, até serviços de teleatendimento psicológico, por exemplo.

Propostas vencedoras

Brasil

Compass 3D (MG) – www.compass3d.com.br – Produção de “face shields” (máscaras protetoras que funcionam como escudo para profissionais de saúde) em impressoras 3D industriais. O apoio aumentará em quatro vezes a capacidade de produção. Serão doadas mais de 2 mil unidades para o setor público.

Universidade Federal do Rio de Janeiro – www.eq.ufrj.br – Fabricação de seis sistemas de purificação de etanol para produção de álcool 70%, que serão doados a instituições parceiras. Todo o volume produzido a partir desses kits (96 mil litros) será distribuído para mais de 20 hospitais.

BioLambda (SP) – www.biolambda.com/pt – Produção de equipamentos de desinfecção de máscaras e de recirculação de ar ambiente para uso em hospitais. O apoio aumentará em 15 vezes a capacidade de produção. Serão doados 25 equipamentos de desinfecção e 10 de recirculação de ar para unidades de saúde públicas.

OrienteMe (SP) – www.orienteme.com.br – Plataforma de teleatendimento psicológico que possui a opção de chamada de vídeo ou mensagem via aplicativo. Serão feitos 30 mil atendimentos gratuitamente.

Neoprospecta (SC) – www.neoprospecta.com – Desenvolvimento de uma solução de testes em massa que permite a avaliação de diversas pessoas simultaneamente. Semelhante ao teste de PCR comum, esse método permite testar 16 pessoas ao mesmo tempo. O apoio aumentará a capacidade de produção em 40%. Serão testadas 24 mil pessoas gratuitamente.

Delfino (MG) – Produção de “face shields”. Serão doadas 40 mil unidades para hospitais públicos.

Universidade Federal do Amazonas – www.ufam.edu.br – Produção de “face shields” e álcool em gel. Serão doadas 6 mil “face shields” para hospitais públicos.

Instituto Federal do Ceará – www.ifce.edu.br/sobral – Produção de “face shields”. Serão doadas 5 mil unidades para hospitais públicos.

FaceShield4Life (BA) – www.faceshieldforlife3d.com – Produção de “face shields” e caixas acrílicas para uso de profissionais de saúde. Serão doadas 20 mil “face shields” e 110 caixas acrílicas para hospitais públicos.

Canadá

First Team 1305 – www.team1305.org – Produção de caixas esterilizadoras com tecnologia ultravioleta “do it yourself” e distribuição de “open sourcing” da solução durante quatro semanas. Serão doadas 50 caixas.

Flosonics – www.flosonicsmedical.com – Produção de monitores hemodinâmicos de uso único, sem fio e vestíveis, que fornecem aos médicos acesso simples às informações sobre o estado cardiovascular dos pacientes. Serão doados 90 desses equipamentos para hospitais. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Vivo passa a aceitar o cartão de débito do auxílio emergencial
Próximos Anatel publica aprovação de RAN sharing entre Vivo e TIM