Demanda por chips eleva os lucros da indústria de semicondutores


A retomada na demanda por chips está contribuindo para elevar os lucros de fabricantes de semicondutores. Ontem, a Toshiba, terceira maior fabricante mundial de chips, anunciou lucro operacional recorde para o primeiro trimestre, de 29,5 bilhões de ienes (US$ 337,2 milhões), com lucro líquido de 500 milhões de ienes (cerca de US$ 5,3 milhões), revertendo o prejuízo de 57,8 bilhões ienes (US$ 6,6 bilhões) apurado no mesmo período do ano passado. Hoje, a sul-coreana Samsung Electronics informou que ganhou 4,28 trilhões de wons (2,76 bilhões de euros) entre abril e junho, 83,2% a mais em comparação com o mesmo período de 2009.

No comunicado, a Samsung informa que o aumento se deve aos bons resultados da divisão de chips de memória (o volume de vendas chegou a 9,53 trilhões de wons, ou 6,15 bilhões de euros), graças a uma alta dos preços motivada pelo aumento da demanda. A aceleração do setor de chips também impulsionou os lucros da Fujitsu entre abril e junho, levando a empresa a elevar suas projeções para o primeiro semestre em 40%. A demanda por chips está relacionada ao aumento da produção de smartphones e câmeras digitais.

Samsung: alta também em celulares.

As vendas da Samsung subiram 16,6% no segundo trimestre em comparação com o mesmo período de 2009, para 37,89 trilhões de wons (24,45 bilhões de euros). A empresa teve bom desempenho também na divisão de telefones celulares, que vendeu 63,8 milhões de unidades no período, 22% a mais em comparação com 2009. Já no setor de televisores LCD, no qual a Samsung é líder mundial, as vendas aumentaram 31% de 2009 para 2010, chegando a 7,76 trilhões de wons (5 bilhões de euros).

Sony surpreende

Não só no setor de chips o desempenho voltou a ser positivo para as empresas asiáticas. A Sony informou hoje que as vendas do PlayStation 3 mais do que duplicaram, para 2,4 milhões de unidades no trimestre. A fabricante japonesa elevou as suas perspectivas anuais e voltou à lucratividade no primeiro trimestre com a crescente demanda por TVs da linha Bravia e pelo console de videogame PlayStation 3. O aumento nas metas de lucro sinaliza tendência de recuperação dos fabricantes japoneses de produtos eletrônicos.

Entre abril e junho, a Sony teve lucro operacional de 67 bilhões de ienes (US$ 766 milhões) contra estimativa do mercado de prejuízo de 13 bilhões de ienes. “Os resultados da Sony superaram as expectativas do mercado. Os principais pontos foram o aumento da procura por produtos eletrônicos e uma sólida demanda da China e os mercados emergentes como América Latina”, disse Anita Huang, do Japan Fund do ING. (Da redação, com agências internacionais)

Anterior Dois integrantes do conselho da Telebrás renunciam
Próximos Alcatel-Lucent reduz prejuízo no segundo trimestre