Déficit da balança comercial de eletroeletrônicos cai 4% em setembro


O déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos atingiu US$ 26,19 bilhões no acumulado de janeiro a setembro de 2014, 4% abaixo do registrado no mesmo período de 2013 (US$ 27,32 bilhões), conforme levantamento divulgado nesta quinta-feira (23) pela Abinee. Segundo a entidade, desde junho, o déficit no acumulado do ano vem mostrando resultados abaixo dos apontados nos mesmos períodos do ano passado, o que não acontecia desde 2009, período em que o país estava sofrendo os efeitos da crise econômica mundial.

De acordo com os dados, em setembro houve retração das exportações do setor em 3,1% em relação a igual período do ano anterior. No segmento de telecomunicações, a queda foi ainda maior, de  40,1%, em função, principalmente, da queda de 61% nas compras externas de telefones celulares, que passaram de US$ 12 milhões, em setembro de 2013, para US$ 4,7 milhões, em setembro de 2014.

A Abinee ressalta que, em relação ao mês imediatamente anterior, as exportações cresceram 1,9%, com destaque para a expressiva taxa de incremento das vendas externas de bens de Informática (+75,5%), que contaram com o acréscimo de 234% nas exportações de máquinas de processamento de dados, somando US$ 16,7 milhões, em setembro de 2014.

As importações do setor também caíram em setembro  4,8% na comparação com igual mês do ano passado. Segundo a Abinee, esse foi o sexto mês consecutivo que as importações apontaram queda quando comparadas com o mesmo mês de 2013. Em setembro as maiores taxas de retração foram das áreas de Informática (-16,6%), Material Elétrico de Instalação (-13,1%) e GTD – Geração, Transmissão e Distribuição e Energia Elétrica (-10,7%).

Anterior Huawei aumenta remessas para AL em 51% no trimestre
Próximos Telefónica lança plataforma acessível de IoT