Decisão de tribunal de NY contra Dantas e Opportunity


A Brasil Telecom e a Brasil Telecom Participações, divulgaram hoje à noite, 29, fato relevante contendo decisão preferida dia 24 pelo Tribunal Distrital do Distrito Sul de Nova York, segundo a qual os réus Opportunity Equity Partners, Ltd., e Daniel Valente Dantas, e todas as pessoas que com eles tenham ligação ou participação ativa, estão …

A Brasil Telecom e a Brasil Telecom Participações, divulgaram hoje à noite, 29, fato relevante contendo decisão preferida dia 24 pelo Tribunal Distrital do Distrito Sul de Nova York, segundo a qual os réus Opportunity Equity Partners, Ltd., e Daniel Valente Dantas, e todas as pessoas que com eles tenham ligação ou participação ativa, estão autorizadas a atender a quaisquer prazos no litígio em curso no Brasil referente à validade ou efeito do Aditamento ao Acordo de Acionistas Aditado e Consolidado, de 12 de setembro de 2003 (“Litígio sobre o Acordo Guarda-Chuva”), enquanto o Tribunal não tiver decidido sobre o pedido pendente dos autores – International Equity Investments, Inc. e Citigroup Venture Capital International Brazil, LLC, por si e por Citigroup Venture Capital International Brazil, L.P. (ex CVC/Opportunity Equity Partners, L.P.) – por uma medida liminar.

Entretanto, nesse meio tempo, os réus, ou pessoas a eles ligadas, não devem tomar qualquer medida para recuperar o controle de nenhuma companhia investida ou de suas coligadas controladas, independentemente de qual determinação possa ser expedida pelo tribunal brasileiro.

AGE

Ontem, 28, a BrT Part convocou os acionistas para AGE no  dia 28 de abril para deliberar sobre mudança do estatuto social e autorizar a sua consolidação.

(Da Redação)

Anterior TV digital: relatório não será concluído amanhã
Próximos Definição para Anatel pode sair semana que vem