Dança das cadeiras na IBM Brasil


A IBM Brasil anunciou hoje várias mudanças internas: o executivo Gustavo Rabelo, que há oito anos era líder de vendas para o Setor Público na empresa, foi nomeado diretor de Relações Governamentais da IBM Brasil, em substituição a Saulo Porto, promovido a diretor de Relações Governamentais da IBM para América Latina. Osvaldo Nascimento, até então …

A IBM Brasil anunciou hoje várias mudanças internas: o executivo Gustavo Rabelo, que há oito anos era líder de vendas para o Setor Público na empresa, foi nomeado diretor de Relações Governamentais da IBM Brasil, em substituição a Saulo Porto, promovido a diretor de Relações Governamentais da IBM para América Latina. Osvaldo Nascimento, até então diretor de Recursos Humanos, passou a ser diretor do Setor Público, substituindo Luiz Flaviano, atual executivo de Managed Business Process Services (MBPS ou BPO) da IBM Brasil. Para liderar a área de Recursos Humanos, a IBM contratou Carlos Magni, que  veio da Renault Brasil.

Ainda internamente, Ricardo Gomez deixou a liderança do segmento de consultoria da IBM Global Business Services (GBS) para assumir a diretoria de CS (Consulting Services) em GBS para a América Latina. E Tonny Martins substituiu Ricardo Gomez como diretor de GBS Brasil. Por último, Plínio Correa, que liderava Operações de Vendas, assumiu a diretoria de ISC (Integrated Supply Chain). (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Exportação de celulares tem queda de 23% no primeiro trimestre
Próximos Anatel avisa que sem meta cumprida celulares não compram frequência