Crescimento anual da LTE chega a 400% em março, diz 4G Americas.


Com 178 redes comerciais LTE (4G) em operação em 72 países, ante 74 em 40 países há apenas um ano, a tecnologia registrou crescimento anual acima de 400% até o final de março 2013, terminando o trimestre com mais de 90 milhões de conexões e mais de 100 milhões de conexões em maio, de acordo com dados de março de 2013, divulgados pela 4G Americas. Na América Latina, 20 redes comerciais LTE (4G) estão ativas hoje em Antigua & Barbuda, Bolívia, Brasil (com seis), Colômbia, República Dominicana, México, Paraguai, Porto Rico e Uruguai. Até o final de 2013, a entidade estima que seja 900 mil assinaturas de 4G no país.

A banda larga móvel HSPA (3G) e LTE (4G) registrou forte crescimento global, com 348 milhões de novas assinaturas, representando 87% das 400 milhões de novas conexões globais para a tecnologia 3GPP (protocolo que reúne as tecnologias 2G, 3G e 4G). “Com as inovações em tecnologia e os compromissos comerciais de implementar a tecnologia LTE, os EUA e o Canadá lideram o mercado de banda larga móvel. Do outro lado, a liderança regional da LTE (4G) ainda é frágil e requer a alocação de frequências adicionais pelos governos da região para evitar a falta de espectro”, comentou Chris Pearson, presidente da 4G Americas.

 “A região das Américas está num ponto de transição tecnológica muito interessante”, ponderou Kristin Paulin, Analista Sênior da Informa Telecoms & Media.  “Nessa região, a LTE (4G) ultrapassou o marco de 49 milhões de assinaturas durante o primeiro trimestre de 2013, e passou o marco de 50 milhões em maio. O crescimento de assinaturas GSM (2G) na América Latina chegou ao seu pico durante o quarto trimestre de 2012, e hoje o crescimento de assinaturas é impulsionado pela HSPA (3G) e, em menor grau, a LTE (4G)”, completou Paulin.

Na América Latina , ainda segundo a 4G Americas, as tecnologias móveis totalizaram 693 milhões de conexões; tecnologias 3GPP com participação de 96% (668 milhões). 51 milhões de novas assinaturas 3GPP durante o ano terminando em março de 2013; 44,7 milhões foram novas conexões HSPA (3G), com a tecnologia atingindo 14% de participação do mercado de conexões sem fio; 15 milhões de novas conexões HSPA (3G) adicionadas apenas durante o primeiro trimestre de 2013.

A banda larga HSPA (3G) adicionou 134,5 milhões de conexões para os 12 meses terminando em março de 2013, com 50% de crescimento anual na região. 66 redes HSPA+ (3G evoluído) em 33 países hoje. 20 redes comerciais LTE (4G) hoje em Antigua & Barbuda, Bolívia, Brasil, Colômbia, República Dominicana, México, Paraguai, Porto Rico e Uruguai. 125.000 mil conexões LTE (4G); previsão de 1,9 milhão de conexões LTE até o final de 2013.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Alex Jucius assume a NeoTV
Próximos Europa universalliza banda larga básica, mas 50% da população não sabe usar o computador