Crédito do cartão pré-pago não perde mais a validade


 Muitas são as mudanças que irão beneficiar o consumidor de telefonia celular aprovadas hoje pela Anatel, e que começarão a valer a partir de janeiro do próximo ano. Entre as novidades para os telefones pré-pago, estão as seguintes: – qualquer novo crédito adquirido pelo usuário de pré-pago revalida o prazo de validade dos créditos ainda …

 Muitas são as mudanças que irão beneficiar o consumidor de telefonia celular aprovadas hoje pela Anatel, e que começarão a valer a partir de janeiro do próximo ano. Entre as novidades para os telefones pré-pago, estão as seguintes:
– qualquer novo crédito adquirido pelo usuário de pré-pago revalida o prazo de validade dos créditos ainda existentes no cartão, mesmo que o seu prazo de validade tenha expirado. Não haverá, porém, reembolso de créditos no cartão cujo prazo de validade esteja vencido.
-Vencido o prazo de validade do cartão, a empresa poderá bloquear as chamadas originadas pelo prazo de 30 dias. E poderá rescindir o contrato em 60 dias.
-As empresas terão que vender cartões com prazo de validade de 90 dias e de 180 dias.
-O usuário poderá mudar, livremente, de um plano pós-pago para um pré-pago e continuar com o mesmo número de telefone.
-Se o usuário trocar de número ou de operadora, seu novo número terá que ser informado durante 60 dias.
-As empresas são obrigadas a oferecer pelo menos uma plano pré-pago para qualquer cliente, mesmo que ele esteja com seu nome “pendurado” no SPC.
-O usuário poderá continuar a fazer ligações a cobrar, para os serviços de emergência e para o 0800 durante toda a vigência de seu contrato com a empresa, mesmo que não tenha créditos no telefone.

Anterior Em março de 2010, celulares terão que abrir mais de mil lojas de atendimento.
Próximos Anatel: Vivo terá que devolver uma das licenças da Amazônia, se a compra se confirmar.