CPqD promoverá inclusão digital em Bastos


O CPqD, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações, está firmando convênio com a Prefeitura de Bastos para a realização de testes de campo do Projeto STID – Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital, que utiliza recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel). A experiência em campo, com previsão de um ano, …

O CPqD, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações, está firmando convênio com a Prefeitura de Bastos para a realização de testes de campo do Projeto STID – Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital, que utiliza recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel). A experiência em campo, com previsão de um ano, envolverá a realização de testes de serviços online de cidadania e assistência à saúde, que poderão ser utilizados pelos cidadãos em um telecentro instalado em espaço cedido pela Prefeitura de Bastos.
 
Para viabilizar a iniciativa, o CPqD fornecerá e instalará os equipamentos e softwares necessários para o funcionamento dos serviços no telecentro, que estará disponível aos cidadãos e contará com oito computadores com acesso à Internet e às soluções desenvolvidas pelo próprio CPqD.  Voltado aos trabalhadores urbanos e rurais, o serviço de cidadania irá auxiliá-los no processo de solicitação de aposentadorias ao disponibilizar informações sobre as providências necessárias e permitir o acompanhamento de tais solicitações. Já a solução para a área de saúde permitirá o agendamento remoto de consultas médicas nos postos da cidade, como também oferecerá informações relevantes à saúde pública, como campanhas preventivas.
 
Com foco no planejamento de alternativas para a implantação de projetos governamentais de inclusão digital no Brasil, a partir da avaliação e do desenvolvimento de soluções e tecnologias baseadas em serviços e plataformas de telecomunicações, o STID busca a integração de todos os recursos, sejam físicos, digitais, humanos ou sociais. (Fonte: assessoria de imprensa, CPqD)

Anterior TCU determina suspensão de licitações de radiodifusão do Minicom
Próximos Comissão do Senado critica criação da TV pública por MP