CPqD apoiará evolução do sistema de comunicações do controle do tráfego aéreo


O CPqD assinou nesta quinta-feira (1) um contrato com o Comando da Aeronáutica para a prestação de serviços de engenharia, visando a evolução do sistema de comunicações do controle do tráfego aéreo brasileiro. De acordo com o contrato, com cinco anos de duração, o CPqD dará suporte à Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) no projeto destinado a implantar no país uma moderna Rede de Telecomunicações Aeronáuticas (ATN Nacional), que vai viabilizar a interligação das aplicações e recursos que apóiam a prestação dos serviços de controle do tráfego aéreo. 
 

“O projeto da ATN Nacional possibilitará o compartilhamento de recursos e aplicações que suportam a prestação do serviço de controle do tráfego aéreo no Brasil, resultando em grande flexibilidade operacional e técnica. Ele permitirá, por exemplo, a implantação de centros de controle de contingência e de um centro de gerência técnica nacional”, explica o Major Brigadeiro do Ar Carlos de Aquino, presidente da CISCEA. Para isso, o CPqD realizará um trabalho de verificação e validação do novo sistema de comunicação de dados e voz a ser implantado pelo projeto ATN Nacional, a fim de garantir sua perfeita aderência às necessidades operacionais do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB) e às normas da Organização da Aviação Civil Internacional.
 

“Estamos oferecendo nosso conhecimento e experiência em redes de telecomunicações para ajudar na evolução do controle do tráfego aéreo do país, que vai permitir atender ao aumento da demanda nessa área”, afirma Hélio Graciosa, presidente do CPqD.

O contrato com a CISCEA estabelece, entre outros requisitos, que as especificações dos equipamentos para a ATN Nacional estejam de acordo com os mais atuais padrões internacionais fixados pela EUROCAE (European Organization for Civil Aviaton Equipment). Para atender esse requisito, o CPqD participará dessa entidade como membro associado – o que lhe dará direito a efetuar contribuições técnicas para a evolução desses padrões.

Outra atividade importante é o suporte à implantação de um Laboratório de Qualificação de Sistemas e Elementos de Rede VoIP ATM (Air Traffic Management). “Será um novo laboratório, com a função de realizar ensaios e testes nos elementos de rede VoIP a serem integrados à Rede ATN Nacional”, revela Everton Corrêa, da Gerência de Defesa e Segurança do CPqD. “No Brasil, não existe um laboratório como esse que será montado no CPqD, com capacitação para realizar esses tipos de testes”, acrescenta.

“Ao encarregar o CPqD da construção e operação desse laboratório, a CISCEA tem a intenção de propiciar ao país o acesso ao conhecimento e domínio da tecnologia envolvidos, em benefício não só do projeto da Rede ATN como também de outros projetos de missão crítica de interesse do Ministério da Defesa”, enfatiza o Major Brigadeiro do Ar Aquino.

Além disso, o contrato firmado com a CISCEA prevê o suporte do CPqD na realização dos projetos das redes digitais necessárias para a implantação da ATN Nacional, onde se destaca o backbone nacional. (Da redação)
 

Anterior Para Rezende, resolução dos postes vai consolidar abertura do mercado de TV paga.
Próximos Anatel propõe nova fórmula para estimar custo do capital das prestadoras