CPqD anuncia empresa de gestão de fraudes como serviço


O CPqD apresentou nesta quarta-feira (20) uma nova empresa ao mercado, a Zelox, fornecedora de gestão integrada de fraudes e eventos no modelo de software como serviço (SaaS). O objetivo é ganhar mercado entre as instituições financeiras de porte menor.  Nos primeiros doze meses, a Zelox pretende monitorar de 3 a 5 milhões de cartões …

O CPqD apresentou nesta quarta-feira (20) uma nova empresa ao mercado, a Zelox, fornecedora de gestão integrada de fraudes e eventos no modelo de software como serviço (SaaS). O objetivo é ganhar mercado entre as instituições financeiras de porte menor. 

Nos primeiros doze meses, a Zelox pretende monitorar de 3 a 5 milhões de cartões de crédito e, em cinco anos, chegar a 30 milhões de cartões monitorados. Até o momento, a nova empresa está prospectando vários clientes, mas ainda não fechou contratos. 

A Zelox é a primeira empresa formalmente constituída a partir de seu programa de empreendedorismo, Inovar é Mais Negócio. A nova empresa tem, até o momento, o CPqD como acionista, mas a expectativa é que seu capital seja aberto a demais interessados. 

A plataforma de serviços Zelox utiliza tecnologia desenvolvida por empresas como a FICO e a Algar tecnologia, além do próprio CPqD.  

Anterior UIT alerta para o paradoxo das telecomunicações
Próximos Telebras vai investir R$ 400 milhões este ano